Sete pessoas morreram nas rodovias da Grande Curitiba no final de semana

Pai e filha morreram em acidente entre um carro e uma carreta, na BR-166, em Quitandinha, na grande Curitiba. A colisão ..

CBN Curitiba - 17 de setembro de 2018, 09:09

Pai e filha morreram em acidente entre um carro e uma carreta, na BR-166, em Quitandinha, na grande Curitiba. A colisão foi na tarde deste domingo (16). As vítimas fatais – de 31 e 5 anos – estavam em um Chevrolet Classic, placas de Fazenda Rio Grande, também na região da capital. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo de passeio teria invadido a contramão e batido de frente com a carreta, com placas de Videira, em Santa Catarina. O carro foi arrastado pelo caminhão e parou no barranco. No trecho, a ultrapassagem é proibida.

Infelizmente, estas não foram as únicas mortes nas estradas federais neste fim de semana. Somente durante a tarde e o início da noite de sábado (15), cinco pessoas morreram em quatro atropelamentos e uma colisão entre dois carros.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a primeira situação foi por volta das 15h, na altura do Km 120 da BR-476, em Colombo, na região metropolitana da capital. Um homem, que trabalhava em uma obra de recuperação da rodovia, morreu atropelado por uma compactadora de asfalto.

Cerca de uma hora depois, outro atropelamento com morte. Foi na altura do Km 115 da BR-116, em Curitiba, próximo a Ceasa. Às 18h40, na altura do Km 632 da BR-376, em São José dos Pinhais, mais uma pessoa foi atropelada por um automóvel. A vítima morreu no local.

Uma hora depois, em Balsa Nova, também na grande Curitiba, um pedestre morreu atropelado por um veículo na altura do Km 123 da BR-277. De acordo com a PFR, o motorista do carro fugiu do local e não prestou socorro à vítima.

Mais tarde, em São José dos Pinhais, na altura do Km 623 da BR-376, um carro bateu na traseira de outro. Segundo a PRF, um dos ocupantes de um dos veículos não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Os corpos das vítimas destes cinco acidentes foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.