Operação prende dez policiais militares envolvidos com tráfico de drogas

Francielly Azevedo

A cidade de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), foi alvo de duas operações simultâneas da Polícia Militar relacionadas ao tráfico de drogas, batizadas de Visconde do Rio Branco e Spectrus, para o cumprimento de 96 mandados judiciais, entre busca e apreensão e prisão.

28 pessoas foram presas, entre elas dez policiais militares suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas, extorsão de traficantes e fornecimento de armas. As equipes policiais desencadearam ações e apreenderam 12 armas de fogo (sendo duas longas) e mais de R$ 56 mil em dinheiro. Os policiais também apreenderam 3,5 quilos de maconha, 103 celulares, 25 invólucros de cocaína, nove armas de fogo, 13 veículos, 23 computadores, 215 munições, 4.300 maços de cigarros e 15 frascos de anabolizantes.

Segundo o tenente-coronel Sérgio Augusto Ramos, comandante do 22ª Batalhão da Polícia Militar, alguns policiais já estavam afastados das funções e eram investigados por outros crimes.

“Policiais que estavam envolvidos com tráfico de drogas e que faziam extorsão a traficantes e policiais envolvidos com venda de armas. Dos policiais presos, cinco já estavam afastados, respondendo a processo disciplinar”.


Um helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas e um drone foram utilizados na operação, além de 380 policiais militares e 120 viaturas. Agora os policiais detidos passam por processo administrativo.

“Eles foram encaminhados, vão ficar presos em estabelecimento militar, e vai ser feito todo um processo investigativo com relação ao Fórum de Colombo e a Vara de Justiça Militar. E vai ser julgado internamente a permanência deles ou não na corporação”.

Mais de quatro quilos de drogas e R$ 48 mil foram apreendidos. O grupo que dominava o tráfico na região foi desarticulado. Segundo o comandante, por dia eram movimentados R$ 18 mil em um ponto apenas e o esquema era bastante organizado.

“Existiam escalas de serviço, com horários que determinavam a permanência deles no local. Existia uma grande utilização de menores. Era muito organizado e movimentava R$ 7,5 milhões ao ano”, contou o comandante da operação.

Foram cumpridos 20 Mandados de Prisão e 76 Mandados de Busca e Apreensão nos municípios de Colombo, Curitiba e São José dos Pinhais, pelos crimes de Tráfico de Drogas e outras práticas delituosas.

**Reportagem atualizada às 20h21**

Post anteriorPróximo post
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Repórter do Paraná Portal e Rádio CBN. Tem passagens pela TV éParaná, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina.
Comentários de Facebook