Policial Rodoviário atropelado durante abordagem em Cascavel deve passar por uma cirurgia

Fábio Buchmann - CBN Curitiba


O atropelamento ocorreu na tarde deste domingo(22) na BR-467, região de Cascavel. Segundo informações da PRF, o policial, identificado como Jair Aloisio Strieder, realizava uma fiscalização na altura do quilômetro 110.

Às 16h15, o motorista de um veículo modelo Gol ignorou uma ordem de parada. O veículo arrancou em direção ao policial, que acabou sendo atingido. Ele teve múltiplas fraturas nas mãos e nas pernas, mas chegou consciente ao hospital São Lucas.

No entanto, pelo que foi divulgado em nota oficial da PRF, ele pode perder os movimentos do punho. Segundo a AI da corporação, Jair Aloisio deve passar por uma cirurgia.

O carro usado no atropelamento foi abandonado no bairro Brasília, mas foi localizado pela polícia. O motorista fugiu e está sendo procurado. A PF pediu a prisão preventiva do criminoso, que já foi identificado depois de ser reconhecido por fotos.

Ele deve ser acusado pelos crimes de ocultação de suposto transporte de ilícito, e dirigir sem CNH. Se o juiz não autorizar a prisão preventiva, a polícia deve solicitar a prisão temporária do acusado.

O final de semana foi violento nas estradas que cortam Cascavel neste final de semana. No sábado um motorista de 53 anos morreu depois que o carro dele capotou na altura do contorno oeste da BR – 163.

Na mesma rodovia, uma mulher de 36 anos morreu quando um caminhão invadiu a pista contrária e bateu de frente no carro dela. Outra mulher, de 57 anos, ficou ferida em estado grave neste acidente. O pai que também estava no carro teve escoriações.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="538706" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]