10 mil policiais reforçam a segurança durante as eleições em todo o Paraná

Lorena Pelanda


Dez mil policiais militares vão reforçar a segurança durante as eleições do próximo domingo (7), no Paraná.  Os agentes estarão nos 399 municípios.

Com o uso de 1.700 viaturas, o patrulhamento será preventivo e ostensivo em vias públicas e pontos estratégicos próximos aos locais de votação. A PM vai atuar em parceria com as guardas municipais, Polícia Federal e com o Tribunal Regional Eleitoral.

O coronel Antônio Zanatta Neto, chefe do Estado Maior da Polícia Militar, afirma que os policiais vão combater situações passíveis de prisão por crime eleitoral no domingo, como boca de urna, derramamento de santinhos dos candidatos e transporte de eleitores. Em relação aos panfletos de campanhas, a fiscalização será reforçada já no sábado à noite. A polícia também divulgou que denúncias de irregularidades podem ser feitas pela população através dos números 181 (Disque Denúncia) e 190. “Pelo momento político e econômico do Brasil, essas eleições são, no mínimo, delicadas. Portanto, queremos que todos exerçam a cidadania e a PM está aí para garantir a democracia e a integridade de todos os envolvidos, sejam eleitores, candidatos e pessoas que atuam nas eleições”, afirmou.

São 4.790 locais em todo o estado – 26.119 seções eleitorais.

A lei determina que, desde a última terça-feira e até 48 horas após o encerramento da votação, nenhum eleitor seja preso, exceto em situação de flagrante ou em virtude de condenação por crime inafiançável, assim como por desrespeito a medidas cautelares.

A partir das 22 horas de sábado até as 8 horas de domingo, as pessoas que forem detidas serão encaminhadas à Polícia Federal. Já durante o dia de domingo, serão levadas ao Fórum Eleitoral.

 

 

 

 

Previous ArticleNext Article
Lorena Pelanda
Coordenadora de jornalismo da rádio BandNews FM Curitiba