Obras de duplicação do Contorno de Matinhos começam após a temporada

Redação e Assessoria


A Avenida Juscelino Kubitscheck de Oliveira, conhecida como Contorno de Matinhos, no litoral do Paraná, deve ser duplicada em breve. Ontem (22), a governadora do Paraná, Cida Borghetti, assinou o contrato para a duplicação de um trecho de 2,4 km, entre o prédio da prefeitura, na Rua Pastor Elias Abraão, e o acesso ao ferryboat, na Rua Alvorada.

O investimento será de R$ 34,5 milhões. A empresa vencedora da licitação, em julho, foi a construtora Triunfo. A emissão da ordem de serviço está prevista para a próxima semana. Até o final do ano a empresa deve instalar o canteiro de obras e iniciar os trabalhos no canal de macrodrenagem.

Imagem: Divulgação / SEIL

Segundo o governo, a duplicação começará após a temporada de verão, para não causar transtornos. Também será realizada a readequação do canal de macrodrenagem do Rio da Draga.

“Fizemos um projeto completo que vai desafogar o trânsito nessa região durante as férias de verão, facilitando o acesso à cidade e a outras praias, assim como das pessoas que vivem no Litoral”, disse a governadora, que destacou que os recursos para execução da obra estão garantidos.

De acordo com o prefeito de Matinhos, Rui Hauer, a obra é esperada porque vai melhorar a fluidez do trânsito no local, que fica bastante congestionado, principalmente nos feriados prolongados e nos períodos das festas de final de ano e férias escolares. “A JK é a nossa porta de entrada. Esta obra terá impacto não só em Matinhos, mas em todo o Litoral. Uma obra que trará segurança, inclusive, para os ciclistas”, afirmou o prefeito.

Projeto

De acordo com o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), Paulo Tadeu Dziedricki, o projeto de duplicação prevê duas faixas de tráfego em cada sentido, com 3,6 metros de largura cada, totalizando 7,2 metros por pista, separadas por um canal projetado entre barreiras de concreto.

Na interseção com a Avenida Paraná será implantada uma rotatória com semáforo.

Com duração de 18 meses, a obra incluirá ainda contornos, rotatória, ciclovias, calçadas, passagens elevadas, implantação de semáforo e de nova sinalização. Em função do comércio, está prevista uma faixa de estacionamento com dois metros de largura.

Toda a drenagem da rodovia será adequada para evitar alagamentos. O canal que hoje é a céu aberto será totalmente revestido em concreto e reposicionado em alguns trechos.

Previous ArticleNext Article