Verão começa nesta sexta-feira (21); temperaturas podem ficar acima da média

Redação


Com informações da Agência Estadual de Notícias

Começa nesta sexta-feira (21), às 20h22, o verão no Hemisfério Sul. A estação segue até 20 de março de 2019, com temperaturas mais altas, dias mais longos que as noites e mudanças rápidas nas condições do tempo como principais características.

Segundo o Inmet, as chuvas devem ser frequentes nesta estação em todo país, exceto no extremo sul do Rio Grande do Sul, nordeste de Roraima e leste do Nordeste. Os maiores volumes de precipitação são esperados para o sudeste do Amazonas e o norte de Mato Grosso, entre os meses de dezembro e fevereiro.

No Sul, com o fenômeno El Niño, o volume de chuvas deve ser ligeiramente acima do normal, segundo o Inmet, no sul, centro e oeste do Rio Grande do Sul, leste de Santa Catarina e norte do Paraná. Nas demais áreas, a chuva deve variar dentro da faixa normal ou ligeiramente abaixo.

A temperatura fica um pouco acima da média em quase toda região. Apenas no sul do Rio Grande do Sul elas devem ficar dentro da normalidade.

Paraná

No Paraná, as temperaturas também devem ficar um pouco acima do normal. No interior, a influência do El Niño deve ser maior e as temperaturas devem ficar, em média, um grau acima do registrado usualmente. A instabilidade do tempo também deve ser maior na região.

Nos primeiros dias de verão, após uma onda de calor responsável por altas nos termômetros, uma frente fria que se desloca pelo oceano deve derrubar um pouco as temperaturas e deixar o tempo instável. Segundo o meteorologista do Simepar, Reinaldo Kneib, esse deslocamento deve causar temporais localizados de sábado para domingo e o Natal deve ser chuvoso em quase todo o estado.

Em Curitiba, na véspera de Natal (24), a previsão é de máxima de 20ºC. No Leste do estado, os termômetros ficam próximos de 20ºC no início da semana. No Norte e Oeste, as máximas chegam a 27ºC em Maringá e 26ºC em Londrina, segundo o Instituto, e Foz do Iguaçu deve registrar até 30ºC.

Ao longo da próxima semana, as temperaturas voltam a subir e chuvas, durante a tarde, devem ajudar a refrescar. A previsão para o Ano Novo, segundo o Simepar, é a de que uma nova frente fria deve avançar pelo Sul, causado chuva na virada.

Chuvas 

O regime de chuvas tende a seguir a normal climatológica para a estação em todas as regiões. São esperadas chuvas fortes com muitos raios e rajadas de vento, que podem causar enxurradas, inundações e outros impactos.

Segundo Kneib, historicamente o verão paranaense é chuvoso. “Sistemas atmosféricos de mesoescala associados ao maior aquecimento diurno e à disponibilidade de umidade causam chuvas intensas e localizadas de curta duração, com raios, vendavais e granizo em todas as regiões”, diz.

As previsões de modelos climáticos com prognósticos mensais e sazonais indicam a ocorrência do fenômeno El Niño com fraca intensidade neste verão. Caracterizado pelo aquecimento anormal das águas superficiais do Oceano Pacífico tropical, El Niño altera os padrões dos ventos em escala global, afetando regimes de temperatura e chuva.

Temperaturas

De janeiro a março de 2019 as temperaturas tendem a ficar entre a normalidade e um pouco acima da normal climatológica em todas as regiões. “São esperados dias consecutivos com temperaturas muito elevadas em períodos sem chuva”, informa Kneib.

No entanto, as temperaturas tornam-se amenas quando frentes estacionárias no Oceano Atlântico próximas ao Litoral formam nuvens e desencadeiam chuvas entre a Região Metropolitana de Curitiba e as praias.

Previous ArticleNext Article