Litoral registra sexta morte por afogamento nesta temporada

Mariana Ohde


Mais uma pessoa morreu afogada no litoral do Paraná, elevando o número de mortes para seis, nesta temporada, segundo o Corpo de Bombeiros. Neste sábado (5), um homem de 25 anos se afogou em Coroados, Guaratuba.

Ele nadava com outras duas pessoas em uma região que não tinha proteção dos guarda-vidas, sinalizada por bandeira preta.

O chamado para resgate foi feito por volta de 16h30. O homem e mais duas pessoas foram socorridos pelos bombeiros, que usaram uma aeronave do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

O homem teve parada cardiorrespiratória. A equipe dos bombeiros realizou os procedimentos de reanimação, porém após duas horas, ele não resistiu. As outras duas pessoas sofreram afogamento leve, segundo os bombeiros.

Entre os seis afogamentos com morte que aconteceram nesta temporada, três foram em locais sem proteção de guarda-vidas e dois aconteceram em piscinas.

O Corpo de Bombeiros orienta a nadar sempre nas faixas protegidas pelos guarda-vidas, observar a sinalização de condição do mar, indicada por bandeiras em frente aos Postos e a evitar entrar na água com condições desfavoráveis (chuvas, mar agitado, entre outras).

Sinalização

O Corpo de Bombeiros utiliza seis bandeiras: vermelho sobre amarelo, preta, verde, amarela, vermelho e duplo vermelho. Cada uma delas possui um significado distinto, seguindo padrões internacionais.

Nas áreas mais seguras estão as bandeiras de cores vermelho sobre amarelo, que sinalizam a área protegida por guarda-vidas. É importante que o banhista fique entre as bandeiras dessas cores, área de alcance do atendimento dos guarda-vidas.

As bandeiras também trazem outras informações, como condições do mar, pontos de risco, interdição e condições climáticas.

As bandeiras verde, amarelo e vermelho ficam no Posto de Guarda-Vidas e são colocadas na areia para sinalizar as condições do tempo e do mar.

A bandeira verde significa que naquele ponto as condições para banho são boas e o risco de incidentes é mínimo; a bandeira amarela indica que o local possui fatores de risco ao banhista, como ondas mais fortes, correntes e outras condições que podem ocasionar acidentes (a maioria dos postos está com bandeiras amarelas desde o início desta temporada); a bandeira vermelha sinaliza o local onde não é adequado para banho, ou seja, possui alto risco de afogamentos.

Já a bandeira preta indica perigo; elas indicam regiões onde não há cobertura do Corpo de Bombeiros. São locais em que possíveis acidentes não terão atendimento ágil. É recomendável evitar estas áreas.

Completa a sinalização a bandeira duplo vermelha, usada em situações de extrema necessidade. Ela significa que a praia está interditada devido a fatores de segurança como chuva forte, ressaca, raios, entre outras situações.

O Corpo de Bombeiros possui ainda a placa de metal, fixada nos locais onde o risco de afogamento é grande.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="584475" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]