Número de mortes em confrontos policiais cresceu 18,9% no Paraná

Mariana Ohde


Com informações do MP-PR

O número de em confrontos com policiais cresceu 18,9% entre 2017 e 2018, segundo dados divulgados pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Uma das atribuições da unidade do Ministério Público do Paraná é o controle externo da atividade policial.

Durante todo o ano de 2018, foram 327 mortes, 52 a mais do que em 2017.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (17) e também mostram que, no segundo semestre de 2018, houve 148 mortes nestas situações, o que representa um aumento de 13% em relação ao mesmo período do ano anterior (131 casos).

Entre essas mortes, 141 aconteceram em confronto com policiais militares e sete em confrontos com policiais civis. Não houve mortes em enfrentamentos com as Guardas Municipais.

No ano todo, 312 mortes aconteceram em confrontos com policiais militares, 12 em confrontos com policiais civis e três com guardas municipais.

Mortes em confrontos com policiais (por semestre) – 2015 a 2018

Mortes em confrontos com policiais em 2018 (mês a mês)

Cidades com maior número de mortes em confrontos com policiais em 2018

Violência bate recorde

O Brasil teve um aumento significativo no número de mortes, somando 63.880 casos, em 2017. Ao mesmo tempo, a letalidade policial cresceu 20% em um ano. Foram 5.144 pessoas mortas por policiais em serviço ou de folga em 2017.

Os dados fazem parte da 29ª edição do Relatório Mundial de Direitos Humanos, divulgado nesta quarta-feira (16) pela Human Rights Watch (HRW). São estudados os dados de mais de 90 países para a elaboração do documento.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal