Carnaval movimenta mais de 100 mil passageiros no Aeroporto Afonso Pena

Entre os dias 1º e 7 de março, são esperados aproximadamente 101.386 passageiros, entre embarques e desembarques, no Aer..

Simone Giacometti - 27 de fevereiro de 2019, 17:52

Entre os dias 1º e 7 de março, são esperados aproximadamente 101.386 passageiros, entre embarques e desembarques, no Aeroporto Internacional de Curitiba/São José dos Pinhais - Afonso Pena.  Este número é 1,1% superior à movimentação registrada para o período de Carnaval do ano passado, que foi entre os dias 9 e 15 de fevereiro, quando 100.264 viajantes utilizaram o terminal.  A circulação de aeronaves também deve ter um incremento de 1,2%: serão 1.076 voos, entre pousos e decolagens, ante 1.063 operações do período anterior. 

Para garantir a fluidez nas operações e no funcionamento de toda infraestrutura aeroportuária durante o feriadão, uma série de ações foram adotadas para atender ao grande fluxo de passageiros e manter o conforto e a segurança dos usuários. Equipes de segurança, operações e de manutenção foram reforçadas por meio de remanejamento das escalas de trabalho; os “amarelinhos”, funcionários de colete amarelo da Infraero com a frase “Posso Ajudar/May I Help You?” e a equipe do Balcão de Informações também estarão preparados para tirar dúvidas e orientar os viajantes. 

 O Aeroporto

O Aeroporto Internacional Afonso Pena registrou mais de 6,3 milhões de passageiros no ano de 2018. Seis companhias aéreas operam no terminal paranaense: Aerolineas Argentinas, Paranair, Avianca, Azul, Gol e Latam, que ligam Curitiba a diversos destinos brasileiros, como: Congonhas (SP), Guarulhos (SP), Campinas (SP), Porto Alegre (RS), Santos Dumont (RJ), Galeão (RJ), Brasília (DF), Foz do Iguaçu (PR), Maringá (PR), Cascavel (PR), Londrina (PR) e também a destinos internacionais, como Buenos Aires, na Argentina, e Assunção, no Paraguai, além das conexões. 

Rede Infraero 

Nos demais aeroportos da Infraero com voos comerciais regulares, a estimativa também é de crescimento neste feriado de carnaval. Entre os dias 1º e 7/2, os 46 terminais da Rede devem receber 1,45 milhão de passageiros. A alta registrada é 1% superior à movimentação registrada em 2018, quando 1,43 milhão de viajantes foram transportados no período de 9 a 15/2. Já o fluxo de aeronaves deve ser de aproximadamente 12,14 mil pousos e decolagens. 

Fluxo externo

Como sempre acontece em dias de maior movimento, o fluxo de veículos na área de estacionamento e de embarque e desembarque de passageiros, deve aumentar.  Na empresa de táxis executivos que trabalha com viagens agendadas, Black62, a orientação é de que os passageiros marquem as corridas com antecedência. Muitas pessoas acabam transportando mais bagagens do que imaginavam e esquecem de calcular o tempo necessário de acomodação nos veículos e deslocamento até o aeroporto.

Dependendo do congestionamento, a corrida pode demorar mais do que o esperado e como os vôos tem horários rígidos, esse cuidado pode evitar problemas.  De acordo com o motorista Marcelo Dalagassa, que trabalha com táxi executivo há 7 anos, "A maioria dos clientes são corporativos e nesse caso, estão voltando para passar o feriado em casa. Já no caso dos clientes físicos, a preferência é para os destinos turísticos no nordeste", revela ele.

Marcelo tem experiência e recomenda: "Nos dias de feriado,  o trânsito fica bastante lento. Principalmente no acesso para a Avenida das Torres, desde o portal de São José dos Pinhais até a entrada do aeroporto. Portanto, a partir das 15h é prudente sair com no mínimo 30 minutos de antecedência para quem for embarcar.  O trajeto da região central até o terminal aéreo deve durar em torno de uma hora".

Guia do Passageiro

Informações sobre viagens, direitos e responsabilidades do passageiro e da companhia área podem ser conferidas no Guia do Passageiro. O material também traz explicações sobre o funcionamento do setor aéreo e dicas, como peso e devolução de bagagem, transporte de animais e produtos de origem animal e vegetal trazidos do exterior. O guia pode ser lido clicando aqui.