7,3 mil pedidos de cortes de árvore aguardam parecer

Rosangela Gris | Metro Jornal MaringáCerca de 7,3 mil pedidos de remoção de árvores aguardavam parecer técnico da Prefei..

Fernando Garcel - 18 de janeiro de 2017, 13:16

Rosangela Gris | Metro Jornal Maringá

Cerca de 7,3 mil pedidos de remoção de árvores aguardavam parecer técnico da Prefeitura de Maringá até 31 de dezembro de 2016, segundo dados da Secretaria de Serviços Públicos (Semusp).

Na mesma data, 3,8 mil árvores estavam na fila da remoção após terem o corte autorizado pelos engenheiros da secretaria. Já outras 5,4 mil solicitações tiveram apenas a poda de galhos autorizada.

O secretário de Serviços Públicos, Vagner de Oliveira, reconhece a alta demanda de serviço e diz que pretende dar celeridade aos processos mais antigos. Há pedidos protocolados em 2004 na fila. “Estamos trabalhando para agilizar os cortes, porém temos dificuldades por causa de equipamentos e caminhões quebrados”, explica.

Entre os fatores que dificultam o trabalho está o quadro enxuto de servidores na secretaria. Apenas dois profissionais são responsáveis pela emissão dos pareceres técnicos. E é deles também a função de emitir laudos para casos de ressarcimento de danos em ocorrências de quedas de árvores.

Em determinadas situações a remoção depende do apoio de outras empresas e órgãos, como por exemplo da Copel quando a árvore está próxima da rede elétrica. Ou então quando está em local de tráfego intenso. O pedido de remoção de árvores deve ser feito na Ouvidoria Municipal, através do telefone 156.

O próximo passo é encaminhar a solicitação para análise do engenheiro florestal ou agrônomo. Só depois, conforme o laudo, o pedido é encaminhado ao setor de atendimento. Casos de risco iminente têm prioridade.