75 cidades do Paraná estão em alerta para epidemias de dengue

A Secretaria Estadual da Saúde informa que 75 cidades do Paraná estão em estado de alerta para epidemias de dengue, de a..

Mariana Ohde - 14 de dezembro de 2016, 07:54

Foto: AEN
Foto: AEN

A Secretaria Estadual da Saúde informa que 75 cidades do Paraná estão em estado de alerta para epidemias de dengue, de acordo com o índice de infestação do mosquito transmissor. Os dados foram apresentados após o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) referente ao mês de novembro em 303 municípios.

O LIRAa é um cálculo que compara a quantidade de imóveis visitados pelos Agentes de Saúde com a quantidade de focos com larvas do mosquito encontrados nessas visitas. O resultado abaixo de 1% é considerado fora de perigo (menos de uma casa infestada para cada 100 pesquisadas), de 1 a 3,9% é estado de alerta (de uma a três casas infestadas para cada 100 pesquisadas), e acima de 4% há risco de surto e demanda ações emergenciais (quatro ou mais casas infestadas para cada 100 pesquisadas).

Três municípios apresentaram o índice de alto risco para epidemias, ou seja, com valor igual ou acima de 4%. São Miguel do Iguaçu, na região oeste do Paraná, registrou 4% de índice de infestação; Pitangueiras, no norte central paranaense, 4,63%; e Jacarezinho, no norte pioneiro, apresentou o valor de 4,8%.

Além das cidades em risco, já foi confirmada a presença do vetor em 313 municípios do Estado em 2016. “Onde há mosquito, pode haver doença. Além da dengue, o Aedes aegypti pode transmitir várias outras patologias. Portanto, mesmo que o município ainda não apresente casos de dengue, o perigo existe e a principal recomendação é não deixar o Aedes nascer”, diz Ivana.

Casos de dengue

De acordo com o novo boletim divulgado pela Secretaria da Saúde nesta terça-feira (13), foram confirmados 298 casos de dengue no Paraná desde agosto de 2016. O informe também apresenta seis casos de chikungunya, sendo apenas um autóctone (em que a contaminação ocorreu no estado), e nenhum caso de zika no período.

As recomendações de prevenção são as mesmas: não deixar focos de água parada, organizar uma rotina de limpeza semanal das residências e locais de trabalho, e eliminar qualquer possível criadouro de mosquito. A atenção deve ser especial com lixos, vasos, garrafas retornáveis, recipientes de descongelamento na parte de trás das geladeiras e caixas d’água.

Veja quais são os municípios que apresentam alto risco de surto de dengue:

  • Jacarezinho
  • Pitangueiras
  • São Miguel do Iguaçu

Veja quais são os municípios que apresentam alerta para dengue:

  • Corumbataí do Sul
  • Nova Aurora
  • Santo Antônio da Platina
  • Quinta do Sol
  • Mamborê
  • Nova Prata do Iguaçu
  • Marumbi
  • Mirador
  • Lupionópolis
  • São João do Ivaí
  • Califórnia
  • Grandes Rios
  • Altamira do Paraná
  • Sertaneja
  • Ivatuba
  • Ampére
  • Mariluz
  • Formosa do Oeste
  • Brasilândia do Sul
  • Indianópolis
  • Jesuítas
  • Espigão Alto do Iguaçu
  • Marialva
  • Prado Ferreira
  • Santa Inês
  • Moreira Sales
  • Nova Londrina
  • Assis Chateaubriand
  • Guaíra
  • Santo Antônio do Caiuá
  • Leópolis
  • Andirá
  • Pérola d'Oeste
  • Maria Helena
  • Assaí
  • Paranapoema
  • Realeza
  • Capitão Leônidas Marques
  • Nova Esperança
  • Terra Roxa
  • Toledo
  • Santa Terezinha de Itaipu
  • Iretama
  • Londrina
  • Bela Vista do Caroba
  • Corbélia
  • Roncador
  • Rondon
  • Bela Vista do Paraíso
  • Jaguapitã
  • Santa Mariana
  • Santa Amélia
  • Mercedes
  • São Jorge do Patrocínio
  • Tapira
  • Esperança Nova
  • Planaltina do Paraná
  • Itambé
  • Perobal
  • São Pedro do Ivaí
  • Centenário do Sul
  • Francisco Alves
  • Xambrê
  • Douradina
  • Terra Boa
  • Sarandi
  • Ouro Verde do Oeste
  • Palotina
  • Alto Piquiri
  • Guaporema
  • Novo Itacolomi
  • Rio Bonito do Iguaçu
  • Campo Mourão
  • Umuarama
  • Santa Fé