Acesso a parques e morros na Grande Curitiba é suspenso após aglomerações

Redação


O acesso aos parques e morros localizados na Região Metropolitana de Curitiba está suspenso a partir deste final de semana. Segundo o IAT (Instituto Água e Terra), a crise hídrica e os incêndios que ocorreram na última semana foram o principal motivo para o fechamento.

Porém, as aglomerações também foram um fator determinante, já que pessoas estavam entrando nos parques por acessos privados. “Mesmo com a operação Serra do Mar, as pessoas insistiam em descumprir as regras”, afirmou o coronel Adilson dos Santos.

A visitação dos seguintes parques e morros da Região Metropolitana de Curitiba está suspensa temporariamente:

  • Parque Estadual Pico Paraná;
  • Parque Estadual da Serra da Baitaca;
  • Parque Estadual Pico do Marumbi;
  • Parque Estadual de Ibicatú;

Visitantes que forem flagrados no interior dos parques e morros na Grande Curitiba estarão sujeitos a advertências e multa no valor mínimo de R$1.500, de acordo com o Decreto Federal nº 6.514/2008, Artigo 92. Os proprietários de terrenos próximos às unidades que facilitarem ou induzirem o acesso de pessoas não autorizadas também receberão penalidades por crime ambiental.

No último final de semana, o IAT tentou distribuir senhas para os visitantes e controlar a entrada, porém, a medida não foi suficiente para evitar aglomerações.  A visitação nos quatro locais estava permitida desde o dia 15 de agosto com restrições como, proibição de acampamentos e práticas esportivas coletivas.

No feriado de 7 de setembro, por exemplo, o IAT cadastrou mais de seis mil pessoas para acessar as trilhas do Morro do Anhangava, em Quatro Barras.

Previous ArticleNext Article