Acidente na BR-277 causa morte de três servidores do governo do Paraná

Vinicius Cordeiro

Phelipe Mansur, pré-candidato a prefeito de Foz do Iguaçu, foi uma das vítimas do acidente.
acidente br-277 phelipe mansur

Três servidores do governo do Paraná morreram e outros dois homens ficaram gravemente feridos em um acidente envolvendo um caminhão e cinco carros na BR-277, em Teixeira Soares, na região dos Campos Gerais. Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o acidente aconteceu no quilômetro 229 por volta das 12h30 desta segunda-feira (1).

Segundo a PRF, um carro que trafegava na BR-277, sentido Curitiba, rodou na pista e atingiu cinco veículos, sendo um deles um caminhão, com placa de Barueri, do interior de São Paulo. Já os carros tinham placas de Teixeira Soares, Curitiba, Cascavel e Irati.

Ainda não se sabe o motivo que fez o motorista perder o controle, mas chovia no momento do acidente.

acidente br-277 paraná mortes
Um dos carros envolvidos no acidente na BR-277. (Colaboração)

A pista da BR-277 ficou totalmente interditada por cerca de duas horas. O trânsito começou a fluir no sistema pare e siga por volta das 14h30 e foi totalmente liberado às 16h15.

Com previsão de chuva em todo o Paraná até o fim da semana, a PRF pede atenção e cuidado redobrado aos motoristas.

FUNCIONÁRIOS DA CASA CIVIL DO PARANÁ MORREM EM ACIDENTE NA BR-277

As três vítimas eram servidores do governo do Paraná, conforme a própria administração estadual. Um deles era Phelipe Mansur, que atuava como superintendente de Governança da Casa Civil. Aos 35 anos, ele era pré-candidato a prefeito de Foz do Iguaçu nas próximas eleições municipais.

Em seu Instagram, ele publicou stories do início da viagem e registrou o almoço em uma parada na estrada.

Os outros dois mortos são João Ricardo Schneider e Paulo Rogério da Cruz, também funcionários da Casa Civil. Um deles, não identificado, foi resgatado ainda com vida, mas não resistiu durante o deslocamento até o Hospital Santa Casa de Irati.

Por enquanto a PRF ainda não identificou a idade dos feridos, mas afirmou que também foram encaminhadas para Irati. Desde a saída de Fernando Cesar Borba de Oliveira do setor da comunicação, apontada por ele como interferência política do presidente Jair Bolsonaro, a corporação tem demorado mais no repasse das informações.

Em nota divulgada no final da tarde, o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), lamentou e prestou condolências às famílias dos três servidores estaduais.

“Muito triste perder um amigo [Phelipe Mansur] numa situação tão trágica. Perdemos nós, que convivemos com um jovem cheio de energia, e perde o Estado, pois Mansur era uma liderança política destacada. Mas, mais do que tudo, perde a família, a quem desejamos nossos votos de solidariedade, de muita força e de fé. Nossos votos de amparo e condolências se estendem também aos familiares do João Ricardo e do Paulo Rogério”.

Previous ArticleNext Article