Acidente no PR: 11 pessoas estão internadas após queda de caminhão em ribanceira

Até a noite desta segunda-feira (14), pelo menos 11 pessoas continuavam internadas após a queda de um caminhão em uma ri..

Angelo Sfair - 14 de outubro de 2019, 19:05

Divulgação/Polícia Rodoviária Estadual
Divulgação/Polícia Rodoviária Estadual

Até a noite desta segunda-feira (14), pelo menos 11 pessoas continuavam internadas após a queda de um caminhão em uma ribanceira da PR-092, entre Doutor Ulysses e Cerro Azul, na região metropolitana de Curitiba, no Paraná. O acidente aconteceu neste domingo (13), deixando seis mortos e mais de 20 feridos. Transportando ilegalmente mais de 30 evangélicos, o caminhão retornava de uma festa religiosa quando caiu em uma ribanceira de aproximadamente 50 metros.

Após receberem os primeiros socorros no local, e depois em unidades de saúde de Doutor Ulysses e Cerro Azul, os sobreviventes foram levados a três hospitais de Curitiba. O atendimento e o transporte foram feitos com apoio de 10 ambulâncias e uma aeronave.

OS FERIDOS DO ACIDENTE NO PARANÁ

  • Hospital do Trabalhador: oito pessoas foram internadas nesta unidades, sendo que quatro receberam alta ainda no período da manhã. Quatro pacientes seguem internados. Entre as vítimas estão duas mulheres (uma foi suturada e segue em observação; outra passou por cirurgia após politraumatismo) e duas crianças (um bebê de um ano foi operado de uma fratura; assim como uma criança de 10 anos)
  • Hospital Evangélico-Mackenzie: no Evangélico, três crianças permaneciam internadas, com expectativa de alta em breve, após passarem o dia em observação. Mais cedo, três crianças de uma mesma família foram liberadas. Ainda pela manhã, outros quatro feridos, todos adultos, já haviam recebido alta.
  • Hospital do Cajuru: referência em tratamento de traumas, o Hospital Universitário Cajuru recebeu quatro vítimas da queda do caminhão na ribanceira da PR-092. A assessoria dos hospital não confirmou detalhes sobre o quadro dos pacientes a pedido das famílias.

As vítimas moravam em Cerro Azul. De acordo com a Secretaria da Saúde do município, o grupo era formado por 30 evangélicos que participaram, no final de semana, de uma festa religiosa no município vizinho. O acidente aconteceu quando o caminhão retornava de Doutor Ulysses pela PR-092.

As pessoas estavam sendo transportadas na caçamba de um caminhão Ford F-1000, sem assentos e, consequentemente, sem cintos de segurança. Além disso, segundo a PRE (Polícia Rodoviária Estadual), o motorista estava com a carteira de habilitação vencida. E também havia problemas com o licenciamento do caminhão.

rsz_pre_caminhão-768x1024 Ribanceira onde aconteceu o acidente com o grupo de evangélicos. (Divulgação/Polícia Rodoviária Estadual)

RODOVIA DO PARANÁ NÃO É PAVIMENTADA

A PR-092, no trecho que liga Doutor Ulysses a Cerro Azul, não é pavimentada. Além disso, há diversas ribanceiras sem barreiras ou alambrados ao longo da rodovia. Ou seja, não existe qualquer tipo de proteção para os veículos que transitam pela estrada.

A população dos dois municípios, que têm os piores IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) do Paraná, pede melhorias no local há anos, pois a rodovia é a única ligação com Curitiba. Além disso, também existe uma petição pública sobre o tema endereçada ao governador do Paraná, Ratinho Junior.

Em julho deste ano, o DER-PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná) ainda anunciou a recuperação do trecho onde houve o acidente. A obra prevê recuperação de sarjetas , limpeza e pintura de meio-fio e roçada.