Acidente no PR: 11 pessoas estão internadas após queda de caminhão em ribanceira

Angelo Sfair, Vinicius Cordeiro e Lucas Gabriel Marins

tragédia, paraná, mortos, caminhão, acidente, cerro azul, acidente cerro azul, acidente em cerro azul, cerro azul pr, doutor ulysses, acidente em doutor ulysses, doutor ulysses pr, acidente no parana, acidente parana, acidente no paraná, cerro azul paraná, doutor ulysses paraná, acidente paraná, acidente pr, feridos, internados, pr-092, ribanceira, evangélicos, f-1000, caminhonete, caçamba, hospitais, curitiba, região metropolitana de curitiba

Até a noite desta segunda-feira (14), pelo menos 11 pessoas continuavam internadas após a queda de um caminhão em uma ribanceira da PR-092, entre Doutor Ulysses e Cerro Azul, na região metropolitana de Curitiba, no Paraná. O acidente aconteceu neste domingo (13), deixando seis mortos e mais de 20 feridos. Transportando ilegalmente mais de 30 evangélicos, o caminhão retornava de uma festa religiosa quando caiu em uma ribanceira de aproximadamente 50 metros.

Após receberem os primeiros socorros no local, e depois em unidades de saúde de Doutor Ulysses e Cerro Azul, os sobreviventes foram levados a três hospitais de Curitiba. O atendimento e o transporte foram feitos com apoio de 10 ambulâncias e uma aeronave.

OS FERIDOS DO ACIDENTE NO PARANÁ

  • Hospital do Trabalhador: oito pessoas foram internadas nesta unidades, sendo que quatro receberam alta ainda no período da manhã. Quatro pacientes seguem internados. Entre as vítimas estão duas mulheres (uma foi suturada e segue em observação; outra passou por cirurgia após politraumatismo) e duas crianças (um bebê de um ano foi operado de uma fratura; assim como uma criança de 10 anos)
  • Hospital Evangélico-Mackenzie: no Evangélico, três crianças permaneciam internadas, com expectativa de alta em breve, após passarem o dia em observação. Mais cedo, três crianças de uma mesma família foram liberadas. Ainda pela manhã, outros quatro feridos, todos adultos, já haviam recebido alta.
  • Hospital do Cajuru: referência em tratamento de traumas, o Hospital Universitário Cajuru recebeu quatro vítimas da queda do caminhão na ribanceira da PR-092. A assessoria dos hospital não confirmou detalhes sobre o quadro dos pacientes a pedido das famílias.

As vítimas moravam em Cerro Azul. De acordo com a Secretaria da Saúde do município, o grupo era formado por 30 evangélicos que participaram, no final de semana, de uma festa religiosa no município vizinho. O acidente aconteceu quando o caminhão retornava de Doutor Ulysses pela PR-092.

As pessoas estavam sendo transportadas na caçamba de um caminhão Ford F-1000, sem assentos e, consequentemente, sem cintos de segurança. Além disso, segundo a PRE (Polícia Rodoviária Estadual), o motorista estava com a carteira de habilitação vencida. E também havia problemas com o licenciamento do caminhão.

rsz_pre_caminhão-768x1024
Ribanceira onde aconteceu o acidente com o grupo de evangélicos. (Divulgação/Polícia Rodoviária Estadual)

RODOVIA DO PARANÁ NÃO É PAVIMENTADA

A PR-092, no trecho que liga Doutor Ulysses a Cerro Azul, não é pavimentada. Além disso, há diversas ribanceiras sem barreiras ou alambrados ao longo da rodovia. Ou seja, não existe qualquer tipo de proteção para os veículos que transitam pela estrada.

A população dos dois municípios, que têm os piores IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) do Paraná, pede melhorias no local há anos, pois a rodovia é a única ligação com Curitiba. Além disso, também existe uma petição pública sobre o tema endereçada ao governador do Paraná, Ratinho Junior.

Em julho deste ano, o DER-PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná) ainda anunciou a recuperação do trecho onde houve o acidente. A obra prevê recuperação de sarjetas , limpeza e pintura de meio-fio e roçada.

Previous ArticleNext Article