Adolescentes são apreendidos em ação contra fura-catracas

Fernando Garcel e Francielly Azevedo


Uma operação da Guarda Municipal de Curitiba apreendeu 15 adolescentes que furaram catraca de ônibus na tarde de quarta-feira (21). Deflagrada pela Secretaria Municipal da Defesa Social e Trânsito, a ideia é evitar a ação de pessoas que utilizam o transporte coletivo sem pagar a passagem. As abordagens foram realizadas na estação-tubo Moysés Marcondes, que fica na Avenida João Gualberto, no bairro Juvevê. Entre os adolescentes apreendidos, dois estavam portando maconha.

Segundo o secretário de Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel, todos os 15 foram encaminhados à Delegacia do Adolescente. “Vão responder por ato infracional, que está na categoria de outras fraudes, e respondem ao Boletim de Ocorrência circunstanciado e os pais tem que ir na delegacia para eles serem liberados.”

De acordo com um levantamento do Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana por ano os fura-catracas causam um prejuízo de aproximadamente R$ 6 milhões e o valor reflete no preço da tarifa paga pelos usuários do transporte coletivo. O secretário reforça que a população precisa denunciar os casos.

A pesquisa feita em 2017, pelo Setransp aponta que diariamente, em média, quase 4 mil pessoas utilizam o transporte coletivo sem pagar passagem.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="511809" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]