Aifu flagra até cassino clandestino em Curitiba

Redação

Força-tarefa aplica multas e apreende materiais contrabandeados em Curitiba
Aifu flagra cassino em Curitiba

A Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) realizada entre sexta-feira (29) e domingo (31) resultou em dois pontos comerciais interditados e 75 autuações administrativas por irregularidades. Até um cassino clandestino foi flagrado pelos agentes em Curitiba. A Polícia Militar atuou para coibir aglomerações em vias públicas e apreendeu materiais contrabandeados, como cigarros, essências de narguilé e bebidas alcoólicas. As informações são da Agência Estadual de Notícias.

Os agentes municipais e policiais militares abordaram 21 pontos comerciais. Foram retirados de circulação 51 maços de cigarros, 40 essências de narguilé e três garrafas de bebidas alcoólicas. Durante os trabalhos, os integrantes da Aifu também fizeram abordagens de trânsito e emitiram 50 autos de infração.

Uma das ações foi no cruzamento das alamedas Carlos de Carvalho e Prudente de Morais. A ação resultou em 57 pessoas autuadas pelos agentes municipais.

“Há algum tempo as equipes da Aifu vêm se dedicando ao enfrentamento das aglomerações em espaços públicos, o que gera algumas violação dos atuais decretos”, disse o coordenador operacional da Aifu, capitão Ronaldo Carlos Goulart.

Cassino clandestino

A força-tarefa flagrou um cassino clandestino na região central de Curitiba. Localizado na rua Desembargador Clotário Portugal, o local estava em pleno funcionamento no momento da chegada das equipes. Ao todo, foram apreendidas 52 máquinas caça-níqueis e localizados R$ 700,00 em dinheiro dentro delas.

“A pessoa identificada como sendo a responsável pelo cassino foi encaminhada, juntamente com os materiais apreendidos, para o Cartório da 1ª Companhia do 12º Batalhão, para a lavratura de Termo Circunstanciado de Infração Penal”, disse o capitão Goulart.

No domingo, as abordagens tiveram apoio de efetivos da Operação Ateneu na região Sul da cidade. A Aifu contou com as equipes da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone), do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), do 23º Batalhão da PM, do Regimento de Polícia Montada (RPMON) e da Companhia de Rondas Ostensivas com Aplicação de Motocicletas (Rocam).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="800660" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]