Com Curitiba em bandeira amarela, Aifu flagrou desrespeito a medidas sanitárias no fim de semana

Redação

Com Curitiba em bandeira amarela, Aifu flagrou desrespeito a medidas sanitárias no fim de semana

No primeiro final de semana com maior flexibilização das atividades em Curitiba, devido ao retorno da bandeira amarela, a Aifu (Ação Integrada de Fiscalização Urbana) flagrou uma parcela da população ignorar medidas sanitárias preventivas a Covid-19.

De sexta-feira (9) até domingo (11), foram vistoriados 42 comércios, 11 locais foram interditados e 14 autos de infração foram lavrados. Foram feitas fiscalizações em festas clandestinas, bingo eletrônico, bares e tabacarias vistoriados pelas equipes. No domingo não foram encontradas irregularidades durante 20 vistorias realizadas.

NO SÁBADO, AIFU MULTOU TABACARIAS E CASA DE EVENTOS DE CURITIBA

No sábado (10), porém, as equipes de fiscalização vistoriaram 15 estabelecimentos e em seis encontrou risco à saúde púbica. Todos foram interditaram e receberam autos de infração que somados chegam a R$ 90.550.

Além disso, foram autuados três tabacarias, cuja atividade ainda não foi liberada na cidade -duas ficavam na CIC (uma autuada em R$ 10 mil e outra R$ 20 mil) e a outra no Alto da XV (R$ 10 mil); bares no Uberaba, por não controlarem o número de pessoas (R$ 10 mil) e no Xaxim, por desenvolver atividade fora do horário permitido (R$ 20 mil) e por falta de uso de máscara (R$ 550 para pessoa física).

Em uma casa de eventos no Hauer, onde havia uma reunião com mais de 50 pessoas, foi lavrado auto de infração de R$ 20 mil para o promotor da festa.

FESTA CLANDESTINA FOI ENCERRADA NO CENTRO DA CAPITAL

Já na sexta-feira (9) um bingo eletrônico, no bairro Água Verde, foi um dos sete estabelecimentos vistoriados e autuados. O local foi interditado e multado em R$ 50 mil por não promover o distanciamento de 1,5m entre as pessoas.

Com Curitiba em bandeira amarela, Aifu flagrou desrespeito a medidas sanitárias no fim de semana (Divulgação/Prefeitura de Curitiba)

Também foram penalizados e interditados dois bares no Batel (R$ 20 mil cada auto) por atividade fora do horário permitido, e um em Santa Felicidade (R$ 30 mil por atividade de bar fora do horário permitido e um auto de R$ 550 por falta de uso de máscara).

Os fiscais também agiram para encerrar uma festa clandestina, no centro de Curitiba. Além de o evento reunir mais de 50 pessoas em subsolo, com espaço que não garantia o distanciamento social, o estabelecimento não apresentou certificado de Corpo de Bombeiros.

O responsável pelo evento foi punido pela promoção de reunião com mais de 50 participantes (R$ 50 mil) e o responsável pelo espaço também em R$ 50 mil, pelo mesmo motivo.  Somados os autos de infração lavrados na sexta-feira chegam a R$ 220.550. Todos terão direito de se defender em processo administrativo.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="775045" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]