Após chuvas, ajuda humanitária chega até municípios da RMC

Angelo Sfair e Francielly Azevedo

ajuda humanitária rmc quatro barras

A Defesa Civil liberou nesta segunda-feira (03) mais um caminhão com materiais de ajuda humanitária aos municípios mais atingidos pelas chuvas dos últimos dias. Todas as cidades ajudadas estão em situação de emergência. Este foi o terceiro caminhão com doações enviado desde sábado (1.°).

Em todo o estado, mais de 29 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas. O caso mais grave relacionado às chuvas foi registrado em Guarapuava, no Centro-Sul do estado. Um bebê de apenas oito meses acabou sendo vítima de uma enxurrada. A criança estava dormindo quando a parede do quarto dela cedeu com a força da água. É a única morte registrada até agora.

Em relação aos estragos, os municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) foram os mais prejudicados.

Três mil telhas foram enviadas nesta segunda-feira (03) para Quatro Barras. O município também recebeu 50 conjuntos de dormitório (colchão, travesseiro, cobertor e lençol), 50 de higiene (sabonete, paste de dente) e 50 de limpeza (água sanitária, sabão, detergente).

Segundo a Defesa Civil, a forma de distribuição da ajuda humanitária é de responsabilidade das prefeituras: “Sempre para os que estão mais vulneráveis”, alerta o tenente Marcos Vidal, da Defesa Civil.

Além da ajuda enviada para Quatro Barras, está prevista também a entrega de outras três mil telhas para Pinhais.

As ações desta segunda-feira completa a ação do sábado (1º), quando Piraquara e Rio Branco do Sul receberam cada um três mil telhas e 100 conjuntos dos três modelos. A Defesa Civil disponibilizou ainda 500 lonas para as 39 cidades do Estado que sofreram prejuízos com o temporal de quinta-feira (30).

O tenente Marcos Vidal afirma que a ajuda humanitária priorizou os municípios mais atingidos pela chuva, vendaval e granizo. “Ajudamos os municípios em que fica comprovada que a situação de emergência passa a capacidade local de assistência”, explica.

Piraquara foi a cidade mais atingida pelas chuvas. O município teve 1.051 residências afetadas, além de 13 escolas e Centros Municipais de Educação Infantil prejudicados. Já em Rio Branco do Sul outras 893 residências sofreram algum tipo de dano.

NOVO BOLETIM

De acordo com os dados mais recentes, divulgados pela Defesa Civil nesta segunda-feira (03), chega a 29.516 o número de pessoas atingidas pelas chuvas dos últimos dias. No total, 5.110 casas foram danificadas em 39 municípios. O temporal deixou 795 pessoas desabrigadas ou desalojadas, das quais 246 permanecem nessa situação.

DOAÇÕES

A Defesa Civil continua a organizar doações para auxiliar as pessoas afetadas pelos desastres desses dias. Seis cidades pedem ajuda: Piraquara, Quatro Barras, Rio Branco do Sul e São José dos Pinhais, além de Antonina e Curitiba, que recebem ajuda por meio da Provopar Estadual.

Previous ArticleNext Article