Aleksandro, da dupla com Conrado, morre em acidente após show no PR

A dupla sertaneja estava a caminho de São Pedro, no interior paulista, após se apresentar na cidade de Tijucas do Sul, no Paraná.

Folhapress - 07 de maio de 2022, 16:29

Reprodução/Redes sociais
Reprodução/Redes sociais

O sertanejo Luiz Aleksandro Talhari Correia, 34, da dupla Conrado e Aleksandro, e mais cinco pessoas morreram em acidente com ônibus da banda na rodovia Régis Bittencourt (BR-116), na altura da cidade de Miracatu, no interior paulista, na manhã deste sábado (7).

Conrado está internado e seu estado de saúde é estável. Outros 11 integrantes da banda também estão hospitalizados.

No total, há 19 vítimas. Oito foram socorridas pela ambulância da concessionária Arteris, outras cinco ficaram presas nas ferragens e uma está desaparecida.

O Corpo de Bombeiros afirma que as vítimas sem vida foram resgatadas debaixo do ônibus. Ainda não há explicações sobre a causa do acidente.

A dupla sertaneja estava a caminho de São Pedro, no interior paulista, após se apresentar na cidade de Tijucas do Sul, no Paraná.

Em sua última postagem no Instagram, o sertanejo Aleksandro postou um vídeo da viagem de ônibus durante a madrugada.

A dupla Conrado e Aleksandro foi formada em 2003, quando Conrado Bardi de Jesus Bueno mudou-se de Barretos (SP) para Dourados (MS), onde vivia Luiz Aleksandro Talhari Correia.

Apresentados por amigos em comum, eles uniram o gosto musical e passaram a tocar juntos em barzinhos e rádios da cidade e região. Em 2009, eles lançaram o primeiro CD ("Anjo Querido"), gravado ao vivo. No ano seguinte, foi a vez do lançamento do segundo álbum, o "Tour Ao Vivo", cujos destaques foram as músicas "Afinal" e "Gravidade Zero".

Em 2011, já pela gravadora Som Livre, a dupla lançou "Plano B", contando com a participação de Luan Santana no single "Certos Detalhes". Outros destaques foram regravações de "Afinal", "Gravidade Zero", "Fuso Horário" e "Cubanita". Em 2012, a parceria gravou seu primeiro DVD, durante um show em 2012, em Maringá (PR).

Dois anos depois, lançaram um novo CD e o destaque foi o single "Lobos", também o nome do álbum. O segundo DVD foi gravado em um show em Curitiba (PR), em 2015, com os sucessos "Caminhonete inteira", "Hino dos machos", "Namorar não vou não" e "Bebendo de torneira". Em 2017, a dupla lançou um de seus maiores sucessos: "Põe no 120", que caiu no gosto dos peões dos rodeios de Barretos.

No auge do sucesso da dupla, Conrado anunciou sua saída da banda em 21 de fevereiro de 2019 para seguir carreira solo como Conrado Bueno. Em seu lugar entrou João Vítor Soares, antigo integrante da dupla Fábio & Rafael, que adotou o nome artístico de Conrado.

Atualmente, eles tinham agenda cheia de shows e fazia sucesso também nas redes sociais. A parceria já soma mais de 1 milhão de visualizações no YouTube com o sucesso "Tereré e Narguilé" (2018).