Aluno ferido em escola corre risco de ficar paraplégico

Andreza Rossini


Um dos alunos feridos em um ataque a tiros no Colégio Estadual de Medianeira, no oeste do Paraná, na manhã desta sexta-feira (28), corre risco de ficar paraplégico, de acordo com a enfermeira Soleide Birk, do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, de Foz do Iguaçu.

Os adolescentes estão com quadro de saúde estável e não correm risco de morrer. “O menino que foi atingido por um tiro na coluna corre risco de ficar paraplégico. Solicitamos a avaliação de um neurocirurgião para o caso e a confirmação se dará após essa análise”, afimou Birk, que atendeu as vítimas.

Ele é transferido para o Hospital do Trabalhador, em Curitiba para avaliação da equipe de ortopedia. A unidade é especializada em atendimento ao trauma. O adolescente, de 15 anos, não precisa de leito de UTI.

O outro adolescente foi atingido de raspão, no joelho, sem gravidade.

De acordo com a nota divulgada pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), o estudante disparou o primeiro tiro, mirando contra o colega de classe e o atingindo nas costas. O outro ferido foi atingido por um tiro disparado “a esmo”.

O agressor foi apreendido pela Polícia Militar (PM) e está sob custódia. Antes de cometer o crime, ele gravou vídeos afirmando que foi humilhado e ameaçado pelos colegas nas escola. Ele e um colega, que deu suporte ao ataque e estava armado com uma faca, são ouvidos pela Polícia Civil.

Os alunos foram dispensados e as aulas devem retornar na segunda-feira (1).

A governadora Cida Borghetti também emitiu nota afirmando que presta todo o atendimento necessário aos envolvidos. “Determinei todo apoio às famílias das vítimas, do autor dos disparos e à comunidade escolar”, afirma.

Veja a nota da Sesa na íntegra: 

A Secretaria da Educação informa que um estudante de um colégio da rede estadual em Medianeira disparou uma arma de fogo contra um colega de classe, tendo ferido este nas costas. Em seguida o aluno disparou a esmo pelo estabelecimento, tendo ferido outro aluno, de raspão, no joelho. Os envolvidos são menores de idade e estão matriculados no ensino médio. O agressor foi apreendido pela Polícia Militar e está sob custódia. Os alunos feridos foram atendidos em um hospital da cidade, sendo que o estudante ferido com mais gravidade está internado. O Núcleo Regional de Educação de Foz do Iguaçu está no colégio, prestando todo o apoio necessário à comunidade escolar. As aulas foram dispensadas e devem ser retomadas na segunda-feira (01/10). O colégio já realiza um trabalho constante de prevenção e enfrentamento à violência e reforçará suas atividades nesta questão. A Secretaria da Educação do Paraná desenvolve ações na rede estadual que visam à prevenção e ao enfrentamento a todas as formas de violências no âmbito escolar, por meio de práticas pedagógicas e subsidiando os profissionais da educação ofertando cursos de formação continuada.

Veja a nota de Cida

Vivemos hoje um episódio triste e lamentável numa escola pública de Medianeira. Determinei todo apoio às famílias das vítimas, do autor dos disparos e à comunidade escolar. O Governo do Estado também está garantindo o atendimento médico necessário ao estudante internado. Determinei a averiguação dos fatos e a adoção de providências para que situações assim não se repitam. Vamos reforçar ações de proteção às nossas crianças e de prevenção ao bullying em todas as escolas da rede estadual

Previous ArticleNext Article