Após buquê de coxinha, empresária de Curitiba lança buquê de costela

A primeira vez que a curitibana Dircilene Ventura fez o buquê de coxinha foi no início de novembro deste ano. A invenção..

Mariana Ohde - 23 de dezembro de 2016, 09:33

A primeira vez que a curitibana Dircilene Ventura fez o buquê de coxinha foi no início de novembro deste ano. A invenção foi sugestão do filho, que queria presentear a namorada em comemoração aos cinco meses de relacionamento. Dircilene estava desempregada, e topou a aventura.

"No começo do namoro ela falou 'se um dia você pensar em me dar um buquê de flor, não dê não, dê de coxinha'. Eu nunca na minha vida tinha feito buquê de flores, imagine de coxinha", conta. Mesmo sem saber por onde começar, Dircilene resolveu arriscar: comprou palitos, fez as coxinhas, amarrou.

"Postei na rede social, de um dia pro outro, tinha mais de seis mil curtidas e comentários", comemora.

O sucesso do buquê de coxinha, fez a curitibana passar de desempregada à empresária. Em menos de dois meses, ela já vendeu mais de duzentos buquês. De lá para cá, o negócio só cresceu. Hoje a clientela encontra também buquês doces de brigadeiro, beijinho e sonho de valsa.

O cardápio de opções salgadas também foi ampliado. A grande novidade é o buquê de costela.  "Eu corto ela em cubos e coloco em papel celofane. Enrolo, por causa da gordura, para não pegar nos papéis, e coloco no buquê já pronto", conta.

estão me sugerindo outros sabores. Até de picanha já me pediram", diz.

No fim de ano, a demanda está ainda maior. Por dia, são feitos, em média, dez buquês. O de coxinha ainda é o mais pedido. Com a alta procura, ela pensa em expandir. O apartamento onde mora ficou pequeno para abrigar toda a produção. No ano que vem ela pretende ter um local só para o empreendimento e levar os buquês para outros estados brasileiros.

"Comecei a faturar, porque o pessoal começou a pedir e eu comecei a fazer e entregar. Agora, eu sou uma empresária! Tenho meu próprio negócio, estou trabalhando com isso, tenho funcionários trabalhando comigo, e pretendo expandir. São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília", comemora.

Por enquanto as vendas são feitas pela página da empresa no Facebook.