Após tempestades, 900 unidades consumidoras continuam sem luz em Maringá

Andreza Rossini e Assessoria


As tempestades que atingiram o Paraná afetaram 500 mil unidades consumidoras de energia. Maringá, no noroeste do estado, foi o município mais atingido pelo problema, de acordo com a Copel. Nesta segunda-feira, ainda são 900 unidades consumidoras desabastecidas.

Apenas na cidade foram 59 postes quebrados, 90% deles atingidos por árvores – 95% já foram consertados. Cada troca leva três horas, em média, em condições climáticas adequadas, e mais de quatro horas quando se há cabos rompidos e árvores sobre a rede.

Nos dias 13, 17 e, especialmente em 18 de outubro, Maringá e região foram atingidas por fortes temporais, acompanhados de ventos de até 110 km/h e raios. Segundo a Defesa Civil do município, este foi o pior temporal visto nos últimos anos, com queda de cerca de 200 árvores.

Somente no dia 18, cerca de 170 mil consumidores ficaram sem luz, alternadamente, na região Noroeste do Estado, a mais afetada, principalmente em função das árvores que caíram sobre a rede de energia. As equipes de eletricistas locais trabalharam sem interrupção desde o início das ocorrências. A Copel também deslocou mais 20 equipes de todas as partes do Paraná para recompor as redes danificadas.

Atingidos

Em todo o estado foram 8.178 pessoas afetadas pelas chuvas em 41 municípios, de acordo com a Defesa Civil. Quinze pessoas estão desalojadas e seis desabrigadas. No total, 476 casas foram danificadas e uma ficou destruída.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="564496" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]