14,9 toneladas de drogas são apreendidas nas rodovias do PR durante 1º semestre

Redação


14,9 toneladas de drogas foram apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas rodovias federais que cortam o Paraná durante o primeiro semestre. O balanço foi divulgado nesta terça-feira (2).

Conforme a PRF, também foram apreendidas 11,8 milhões de carteiras de cigarro, 116 armas de fogo e 12,7 mil munições.

Do total de drogas apreendidas, 13,7 toneladas são de maconha; 906 quilos de cocaína; e 308 quilos, de crack. No mesmo período de 2018, a PRF havia registrado 23,3 toneladas de maconha; 3.024 quilos de cocaína; e 294 quilos de crack apreendidos.

AUMENTO

De acordo com a PRF, o total de 11,8 milhões de carteiras de cigarro contrabandeadas do Paraguai representa um aumento de 42,2% em relação às 8,3 milhões de carteiras recolhidas no primeiro semestre do ano passado.

As apreensões de armas cresceram 38,1%, passando de 84 para 116 unidades. E as de munições saltaram de 9 mil para 12,7 mil, uma alta de 40,7%.

Entre os meses de janeiro e junho deste ano, as equipes da PRF apreenderam ainda 56 mil unidades de medicamentos irregulares. No total, 153 pessoas foram presas por tráfico de drogas e outras 133, por contrabando ou descaminho.

Ao longo de todo o ano passado, a PRF apreendeu 51 toneladas de drogas, 18,4 milhões de carteiras de cigarro, 142 armas de fogo e 20,7 mil munições no Paraná.

PRINCIPAIS APREENSÕES

A maior apreensão de maconha realizada este ano pela PRF em território paranaense ocorreu em Alto Paraíso (PR), no último dia 13. Uma mulher abordada na BR-487 dirigia um ônibus carregado com 1.841 quilos da droga, em compartimentos ocultos.

No final da tarde de domingo (30), a PRF registrou a maior apreensão de cocaína. Policiais rodoviários federais encontraram 532,1 quilos do entorpecente em um caminhão, escondidos sob o assoalho. O veículos foi abordado em Paranaguá (PR).

A mais expressiva apreensão de armas ocorreu em Santa Terezinha de Itaipu (PR), no dia 21 de fevereiro, quando 34 pistolas foram descobertas em um fundo falso de uma caminhonete. A maior quantidade de munições foi apreendida eu Ubiratã, no dia 31 de maio: 5.701 projéteis, a maioria deles para fuzil.

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="636421" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]