Armazéns da Família ampliam acesso às famílias de Curitiba

A Câmara Municipal de Curitiba aprovou por unanimidade em segundo turno a ampliação do acesso aos Armazéns da Família, e..

Redação - 25 de maio de 2020, 20:40

Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS

A Câmara Municipal de Curitiba aprovou por unanimidade em segundo turno a ampliação do acesso aos Armazéns da Família, enquadrando também famílias em situação financeira instável por situação excepcional.

Dessa forma em estados de sítio, defesa, emergência e calamidade pública, como a atual pandemia do coronavírus, essas famílias terão acesso a esse benefício.

Atualmente 260 mil famílias têm direito a comprar produtos alimentícios, higiene e limpeza com preços em média 30% menores do que no varejo comum.

Podem participar do programa famílias com renda total de até cinco salários mínimos (R$ 5.250).

Os novos integrantes deverão comprovar sua instabilidade financeira junto ao cadastro do Programa Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, além de comprovar residência em Curitiba.

Ainda segundo o autor do projeto, vereador Pier Petruzziello (PTB), também será estendido o benefício nos Armazéns da Família para pessoas com restrições alimentares, como celíacos, diabéticos e intolerantes à lactose.

“Antigamente esses produtos já eram vendidos, (com valores) 30% menores que no mercado, a famílias que ganham até cinco salários mínimos. Estamos ampliando a pessoas que ganhem mais que cinco salários mínimos, já que essa é uma alimentação muito cara”, explicou Petruzziello.