Arqueólogos encontram gravuras esculpidas até 5 mil anos atrás em rochas no Paraná

Francielly Azevedo


Arqueólogos encontraram círculos rupestres em Capitão Leonidas Marques, no sudoeste do Paraná. Eles datam de até 5 mil anos atrás e foram esculpidos em rochas em uma área de preservação ambiental.

Além dos desenhos, foram achados materiais como pedras lascadas, pedras polidas e utensílios feitos com cerâmica.

O arqueólogo Jedson Francisco Cerezer explica que achados como as gravuras são praticamente inéditos na região. “Uns tem covinhas no meio, outros tem linhas. Há um conjunto nessas gravuras, que após verificação poderão nos levar para o campo do simbólico”, disse.

Mais de 150 figuras estão sendo catalogadas. O pesquisador conta que elas indicam que ao menos dois grupos viveram na área, um deles há mil anos e o outro há cinco mil anos.

No início de janeiro, o local, com cerca de 500 metros quadrados ganhou o status de sítio arqueológico. Dessa maneira, a área passou a ser protegida e foi batizada de Vista Alta.

O arqueólogo explicou que não é possível datar exatamente quando as pedras foram esculpidas, mas sedimentos encontrados sobre as gravuras podem ajudar. “Ao limpar as gravuras nós temos amostras de sedimento, então os cristais de quartzo quando recebem iluminação solar cria-se uma marca e isso pode ser identificado por luminescência e é possível saber quando esses cristais receberam luz do sol pela última vez. Então, não conseguimos saber quando as gravuras foram feitas, mas quando receberam luz do sol pela última vez. Se considerar que foi há dois mil anos, quer dizer que foram feitas antes disso”, explicou.

A pesquisa é feita por uma equipe de especialistas brasileiros e portugueses da empresa de licenciamento arqueológico Espaço Arqueologia e ao Instituto Terra e Memória de Portugal. Os arqueólogos têm autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para fazerem as pesquisas.

Os estudos começaram em 2014. A área onde fica a Usina Hidrelétrica do Baixo Iguaçu foi toda mapeada. No total, já foram feitas escavações em 42 dos 56 sítios arqueológicos identificados na região, incluindo os municípios de Capanema e de Realeza.

Pesquisas também são realizadas na área de implantação da Metalúrgica Industrial Bosch, que será instalada no município de Contenda, região metropolitana de Curitiba, estado do Paraná.

Segundo os Espaço Arqueologia, apesar de não possuir sítios arqueológicos registrados no banco de dados do IPHAN até o momento, o município apresenta características fisiográficas comuns relacionadas a sítios arqueológicos pré-coloniais e históricos, associados ao surgimento da pecuária e das atividades comerciais na região, entre os séculos XVIII e XIX.

Previous ArticleNext Article
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="591138" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]