Tiroteio intenso durante assalto à Caixa assusta os moradores de Morretes

Vinicius Cordeiro

assalto morretes

Um assalto à agência da Caixa Econômica Federal assustou os moradores de Morretes, no litoral do Paraná, na tarde desta segunda-feira (15). Durante a ação, os bandidos, fortemente armados, dispararam diversos tiros de fuzil para quebrar vidros e executar o crime. Além disso, eles fugiram atirando para o alto. Até o momento, não há registro de feridos. Houve muita gritaria na Rua Visconde do Rio Branco, região central da cidade que é ponto turístico do estado.

O grupo de criminosos fez pelo menos dois reféns: um gerente do banco (veja a foto abaixo) e um segurança. A informação é que os bandidos colocaram o funcionário do banco no porta-malas, mas liberaram o homem depois de andarem duas quadras. Ele foi liberado perto da Paróquia Nossa Senhora do Porto, já na Rodovia Deputado Manoel Buffara.

Os bandidos fugiram em um Voyage branco. O boato que circula pela cidade é que eles teriam pego a estrada no sentido Antonina.

Carro usado na fuga dos criminosos. Foto: Reprodução.

A Polícia Civil e Militar fazem cercos e buscas na região para tentar identificar o bando.

Esse é o terceiro assalto em agências bancárias da Caixa em menos de 10 dias. Antes de Morretes, as cidades de Matinhos, também no litoral, e Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba, sofreram com ataques.

 

Um dos bandidos fez o gerente do banco como refém. Foto: Colaboração.

PRISÃO

Na quarta-feira (10) da semana passada, o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), unidade de elite da Polícia Civil do Paraná (PCPR), prendeu seis suspeitos de participação em diversos assaltos e explosões a bancos no Paraná. Grupo pode ser responsável por outras ações que aconteceram desde o início do ano.

Com eles, também foram apreendidas armas, inclusive de uso restrito, munições e até fardas da Polícia Militar.

LEIA TAMBÉM: Ex-marido acusado de matar universitária a facadas é julgado nesta segunda-feira

 

Previous ArticleNext Article