Assassinato de Rachel Genofre completa 10 anos sem solução

Fernando Garcel

rachel genofre, tribunal do júri, júri popular, sentença de pronúncia, caso rachel genofre

O assassinato da menina Rachel Genofre, na época com oito anos, completa 10 anos nesta segunda-feira (5). As investigações estão em andamento e mais de 200 exames de DNA foram realizados na busca do autor do crime.

Abaixo-assinado pede que Rodoferroviária receba o nome de Rachel Genofre

Rachel foi vista pela última vez por volta das 17h30, na Rua Voluntários da Pátria, próximo da Praça Rui Barbosa. Ela desapareceu no dia 3 de novembro de 2008, após sair da escola, e foi encontrada morta, esquartejada, com sinais de violência sexual e estrangulamento, dentro de uma mala deixada embaixo de uma escada na rodoferroviária de Curitiba dois dias depois. Nenhum suspeito foi identificado.

As câmeras de vigilância da rodoferroviária não estavam funcionando naquele dia. A mala foi encontrada por dois indígenas, que dormiam na rodoferroviária, por volta de 2h30, que acionaram fiscais, polícia militar e o Instituto Médico-Legal (IML).

Manifestações

Hoje pela manhã, familiares e amigos da vítima colocaram flores nas grades do Instituto Estadual de Educação do Paraná, local em que a menina estudava. Uma segunda manifestação deve acontecer a partir das 17 horas, na rodoferroviária de Curitiba. Uma petição reivindica que o terminal seja batizado com o nome da criança.

“Nós fizemos a solicitação que a rodoviária seja batizada com o nome da Rachel não só como uma homenagem, mas como um alerta para a sociedade. A Prefeitura deveria repensar políticas de prevenção a esse tipo de crime. Dez anos se passaram e não existe políticas e está acontecendo cada vez mais com mulheres e crianças”, diz a mãe da menina, Maria Cristina Lobo de Oliveira.

Com informações de Lucian Pichetti, da CBN Curitiba

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="568518" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]