Atendimento a casos de violência contra mulheres em Curitiba aumentou 26% em 2021

As ações de combate à violência contra as mulheres, em Curitiba, foram intensificadas em 2021, período de pandemi..

Redação - 26 de dezembro de 2021, 10:30

Hully Paiva/SMCS
Hully Paiva/SMCS

As ações de combate à violência contra as mulheres, em Curitiba, foram intensificadas em 2021, período de pandemia e isolamento social em que o número de casos do gênero aumentou em todo o mundo e acendeu o alerta quanto à segurança física e emocional das mulheres.

Na Casa da Mulher Brasileira, de janeiro a 18 de novembro de 2021, foram feitos 8.887 atendimentos, um aumento de 26% em relação ao período de março a dezembro de 2020, quando foram 7.005 atendimentos.

“Os dois últimos anos têm sido desafiadores para todos, sobretudo para as mulheres, que em muitos casos se viram confinadas com o agressor”, declara Elenice Malzoni, assessora de Direitos Humanos e Políticas para a Mulheres. A Assessoria dos Direitos Humanos – Políticas para Mulheres reforçou as campanhas de conscientização e supervisionou 79 casos, de todas as regionais da cidade.

A Casa da Mulher Brasileira manteve o atendimento 24 horas àquelas que buscaram ajuda, este ano com uma novidade: um espaço pet para que as vítimas não precisem se separar dos animais de estimação caso precisem de alojamento temporário.

Desde a implantação do local, em junho de 2016, foram 68.971 atendimentos, sendo 3.445 para mulheres provenientes da Região Metropolitana de Curitiba, Litoral, e outros municípios e estados. Com relação ao alojamento temporário (até 48 horas), foram ocupados 1.191 leitos - 604 por mulheres vítimas de violência e 587 pelas suas crianças.