Familiares de Marcelo Arruda realizam ato pela paz neste domingo

Ato vai relembrar os sete dias de falecimento do tesoureiro do PT e, principalmente, deve servir como um pedido de paz e respeito às posições políticas.

Redação - BandNews FM Curitiba - 17 de julho de 2022, 08:25

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Familiares e amigos do guarda municipal e tesoureiro do PT Marcelo Arruda, assassinado por um policial penal federal em sua festa de aniversário, semana passada, vão fazer neste domingo (17) um ato em memória dele e pela paz. A manifestação ocorre em Foz do Iguaçu, no Oeste do estado, onde ocorreu o crime.

Marcelo Arruda era guarda municipal, dirigente sindical, tesoureiro do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) e foi morto durante sua festa de aniversário de 50 anos, que aconteceu no último dia 9. O autor do crime foi o policial penal federal bolsonarista Jorge José Rocha Guaranho, que invadiu o espaço. A festa de aniversário de Marcelo Arruda tinha como motivo o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT).

Segundo o irmão de Marcelo, Luiz Donizete Arruda, o ato, inter-religioso, vai relembrar os sete dias de falecimento de Arruda e, principalmente, deve servir como um pedido de paz e respeito às posições políticas.

"Vamos pedir paz neste momento e que essa política não tenha contornos piores do que vem se anunciando. A gente quer o fim da violência na política, infelizmente ela tem exaltado os ânimos e causando estragos muito grandes em famílias. Então a gente tomou a iniciativa de fazer ato. É um ato sem partido, cor, não tem lado, apenas um pedido de socorro, um pedido de paz na política, para que a gente não sofra com mais episódios como esse que infelizmente aconteceu na nossa família", disse.

A concentração será na praça da Paz, a partir das 10 horas, em Foz do Iguaçu.

Com informações da BandNews Curitiba.