Atravessar fora da faixa é a principal causa dos atropelamentos fatais

Mariana Ohde


Por Ana Kruger, da CBN Curitiba

O número de mortes por atropelamento caiu 17% no Paraná, segundo dados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. O índice leva em conta os casos registrados nos primeiros oito meses deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado.

De janeiro a agosto de 2016, 73 pessoas morreram atropeladas. Em 2015, foram 88 vítimas. As cidades com mais casos foram Curitiba, Cascavel e Londrina.

A principal causa deste tipo de acidente é atravessar fora da faixa de pedestre, segundo o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR). A chefe de Programas e Projetos do Detran, Izabel Rocha, reforça que pedestres que não atravessam na faixa podem ser multados.

“Muito é cobrado do motorista, mas a legislação prevê também, ao pedestre, a responsabilidade”, explica, ressaltando a importância do pedestre no trânsito. A infração atravessar fora da faixa é leve e pode gerar multa de R$ 26,60.

O número de pedestres feridos também registrou queda. Nos primeiros oito meses de 2015, 3.447 pedestres ficaram feridos no Paraná. No mesmo período deste ano, foram 3.110 casos, o que representa queda de 10%.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="386982" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]