Aula em simulador de direção passa a ser obrigatória a partir de amanhã

Fernando Garcel


A obrigatoriedade do uso de simulador de direção em aulas de candidatos à primeira habilitação para carros passa a valer a partir de julho. A determinação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) já havia sido prorrogada no início deste ano, quando o estado e o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) adiaram a instalação dos simuladores nas auto-escolas.

“A decisão pelo uso dos equipamentos é de abrangência nacional e cabe ao órgão estadual acatar as decisões proferidas pelo Denatran, que é o órgão máximo do Sistema Nacional de Trânsito. Qualquer mudança de prazos depende do Governo Federal, não é uma negociação que dependa do Detran ou do Governo Estadual. O Paraná está tecnicamente preparado para cobrar as aulas, mas nos preocupamos que as empresas se adequem e consigam implantar os simuladores de forma efetiva, sem prejuízo algum aos alunos e aos prestadores de serviço”, conta o diretor-geral do Detran PR, Marcos Traad.

O credenciamento dos fabricantes e fornecedores dos simuladores é feito somente pelo Denatran e os Detrans dependem que estas empresas façam o cadastro nos estados. Os empresários encontraram uma forma de reduzir custos, o compartilhamento dos equipamentos. Assim, um grupo pode dar aulas em um mesmo aparelho.

Já existem Centros de Simuladores em Arapongas, Curitiba, Francisco Beltrão, Pato Branco, Rolândia e Toledo, além de Foz do Iguaçu, com 6 equipamentos para 20 CFCs e Londrina, o maior do estado, com 7 equipamentos para 35 autoescolas.

Para o empresário Paulo Aparecido de Souza, do Centro de Simuladores de Foz do Iguaçu, a união foi essencial para conter custos e evitar que o processo de primeira habilitação ficasse mais caro aos alunos. “A economia, nessa época de crise, é fundamental. Isso vale para os empresários e também para os clientes. Se cada autoescola adquirisse seu próprio equipamento estes gastos seriam muito maiores e ai teria que repassar ao aluno”, ressalta.

Para alguns, os resultados são positivos e pode ajudar ainda mais nas aulas antes de ir para via pública. No simulador, o aluno terá noções de comandos básicos de freio, embreagem e espaço. O Paraná cumprirá a legislação, e se os candidatos não passarem pelas cinco horas de aulas obrigatórias terão os processos bloqueados no Registro Nacional de Condutores Habilitados, que é de responsabilidade do órgão federal.

Previous ArticleNext Article