Saúde confirma mais um caso de febre amarela no Paraná

Francielly Azevedo

vacina6 febre amarela

Chega a 15 o número de casos de febre amarela confirmados no Paraná. De acordo com o último boletim epidemiológico da doença divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA), nesta quinta-feira (11), o paciente é morador de Curitiba e teria contraído a doença em Morretes, no litoral do Paraná.

Desde o início do ano, 328 casos foram notificados. Destes, 236 foram descartados e 77 ainda estão em investigação.

A única morte pela doença aconteceu em Morretes, no último dia 6 de março. O homem teria contraído a doença no próprio município. Segundo a 1ª Regional de Saúde, o paciente teria assinado um termo de responsabilidade em que se recusou a tomar a vacina. “Na verdade ele assinou uma autorização para sua própria morte, o que é muito trágico. É importante que a população saiba que a posição do cidadão em procurar o serviço de saúde é fundamental”, afirmou o diretor da 1ª Regional de Saúde, José Carlos de Abreu.

Segundo a SESA, entre os casos confirmados 13 (86,6%) são do sexo masculino, com idade média de 36 anos e três (20,0%) são trabalhadores rurais. Quanto ao local provável de infecção, sete (46,6%) são nos municípios da 1ª Regional de Saúde (Antonina, Guaraqueçaba, Paranaguá e Morretes), três (20,0%) da 2ª Regional de Saúde (São José dos Pinhais e Adrianópolis), quatro (26,6%) importados (Itaóca e Barra do Turvo-SP) e um (6,6%) permanece em investigação quanto ao município de residência e local provável de infecção.

Além disso, neste período de monitoramento ocorreram 114 mortes de macacos em 62 municípios. Até o momento, cinco foram confirmadas como vítimas de febre amarela, 32 estão em investigação e 33 são indeterminadas. A mortes de macacos pela doença foram confirmadas Antonina, Morretes, Paranaguá, São José dos Pinhais e Castro.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.