Avião falha na aterrissagem e fecha pista principal do Afonso Pena por 4 horas

Angelo Sfair

afonso pena, aeroporto, são josé dos pinhais, curitiba, aeroporto internacional, infraero, trem de pouco, acidente, aterrissagem, pista fechada

Um avião de pequeno porte com problemas no trem de pouso sofreu um acidente na tarde deste sábado (22) durante a aterrissagem no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba. Por isso, a pista principal do terminal precisou ser fechada por mais de quatro horas.

Ninguém ficou ferido. A pista foi reaberta às 16h29. O acidente não afetou substancialmente a operação do aeroporto.

De acordo com a Infraero, o avião com problemas no trem de pouso fez a aterrissagem às 12h20. A aeronave não conseguiu fazer o procedimento correto e saiu da pista. Conforme a administração do Aeroporto Internacional Afonso Pena, ninguém se feriu.

No entanto, o plano de emergência precisou ser acionado pela Infraero. O Corpo de Bombeiros fez o primeiro atendimento na pista e constatou que não havia feridos no avião. Depois disso, teve início o trabalho de perícia.

Conforme a Infraero, uma equipe especializada foi acionada para avaliar se a aterrissagem malsucedida havia causado danos à pista. Enquanto a investigação estava em andamento, a pista principal do Aeroporto Internacional Afonso Pena foi fechada.

Mas isso não impediu a operação do terminal. Os pousos e decolagens programados para a tarde deste sábado (22) foram deslocados para a pista auxiliar. A faixa extra foi inaugurada no ano passado e tem as mesmas características e dimensões da original.

O avião com problemas no trem de pouso foi recolhido ao pátio sem maiores avarias. De acordo com a Infraero, a pista principal do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, foi reaberta às 16h29.

afonso pena, aeroporto, são josé dos pinhais, curitiba, aeroporto internacional, infraero, trem de pouco, acidente, aterrissagem, pista fechada
Pista foi liberada após perícia no avião e na pista do Afonso Pena. (Geraldo Bubniak/AGB)

Previous ArticleNext Article