Bancos e instituições financeiras participam de mutirão de renegociações do Procon

Redação


O Procon-PR promove, a partir desta quarta-feira (5), até o dia 20 de dezembro, um mutirão de renegociação de dívidas exclusivamente pela internet. Mais de 50 bancos e instituições financeiras participam da ação. Os consumidores interessados devem se cadastrar na plataforma, por meio do site consumidor.gov.br.

A diretora do Procon-PR, Claudia Silvano, disse que a iniciativa de fazer a ação por meio da plataforma busca atender todos os consumidores do Estado, especialmente aqueles que residem em municípios onde não existem Procons, além de facilitar a vida do consumidor, que não precisa se deslocar para negociar suas pendências financeiras. “Acreditamos que esse mutirão pela internet vai incentivar as pessoas a negociar suas dívidas e sair dessa situação que causa diversos transtornos na vida de qualquer cidadão, muitas vezes motivada por fatores como uma doença na família ou desemprego”, diz Cláudia.

Pesquisa mostra que 80% dos negativados são reincidentes na dívida
Paranaenses vão usar o 13º salário para pagar dívidas, segundo Fecomércio

Para o secretário de Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Elias Gandour Thomé, o momento para fazer esse mutirão é o mais apropriado. “Nesse momento, muitas famílias já receberam uma parcela do décimo terceiro salário e já tem mais uma parte para ser recebida nos próximos dias. É uma oportunidade de resolver as dívidas antigas”.

Para participar do mutirão online basta o consumidor fazer o seu registro na plataforma, relatar o problema, informando que deseja participar do mutirão de renegociação de débitos. Após finalizar o registro, o banco ou instituição financeira tem o prazo de 10 dias para apresentar uma proposta ou resposta para o consumidor.

No momento do preenchimento do registro, é imprescindível que o consumidor informe corretamente seus telefones e e-mail para contato, pois esses dados facilitarão o atendimento por parte dos bancos e instituições financeiras participantes.

Terminado o prazo para resposta do fornecedor, o consumidor tem o prazo de 20 dias para avaliar o retorno dado.

Previous ArticleNext Article