Bandeira vermelha em Curitiba: veja o que abre e fecha até 21 de março

Jorge de Sousa

Bandeira vermelha em Curitiba: veja o que abre e fecha até 21 de março

Curitiba entra em bandeira vermelha a partir da zero hora deste sábado (13) e o regime de lockdown irá impactar no funcionamento de diversos serviços e atividades na capital paranaense.

O decreto municipal 565 será válido até 21 de março e apenas serviços como supermercados, padarias, postos de gasolina e farmácias irão seguir com funcionamento em Curitiba.

Outro impacto é que o transporte público irá baixar de 75% para 50% a lotação máxima dos veículos e que todos os parques ficarão fechados para qualquer atividade.

As medidas foram adotadas no dia em que Curitiba registrou 34 óbitos pela Covid-19, maior marca em um único boletim desde o início da pandemia, em março de 2020.

Outra marca preocupante é que dos 566 leitos de UTI exclusivos para a Covid-19 em Curitiba, apenas 18 seguem disponíveis para o atendimento de pacientes em quadro grave da doença.

Confira os serviços e atividades suspensos em Curitiba pela bandeira vermelha:

  • estabelecimentos de entretenimento ou eventos culturais como circos, teatros, cinemas e museus;
  • estabelecimentos destinados a eventos sociais como casas de festas;
  • bares, casas noturnas e atividades correlatas;
  • comércios de rua, galerias e centros comerciais;
  • salões de beleza, centros de estética, barbearias, academias, banho e tosa para animais;
  • concessionárias de veículos;
  • espaços para mostras comerciais, feiras de varejo, congressos, convenções e afins;
  • prática esportiva coletiva em espaços públicos e privados;
  • circulação de pessoas entre às 23h e 5h, com exceção de casos de emergência ou profissionais de serviços essenciais;
  • comercialização e consumo de bebidas alcoólicas das 23h às 5h em espaços públicos ou de uso coletivo;
  • concessões de licenças ou alvarás para a realização de eventos de massa.

Confira os serviços e atividades que funcionam com restrições em Curitiba pela bandeira vermelha:

  • restaurantes e lanchonetes das 10h às 20h, todos os dias, somente com funcionamento via delivery;
  • padarias, panificadoras e confeitarias das 6 às 20 horas, de segunda à sábado, e das 7h às 18h aos domingos, sendo vedado o consumo no local e liberado o ingresso nesses estabelecimentos para apenas uma pessoa de cada família;
  • mercearias, distribuidoras de bebidas, açougues, peixarias, supermercados, pet shops, feiras livres, das 7h às 18h, de segunda à sábado, e até às 20h, aos domingos, somente com funcionamento via delivery;
  • lojas de material de construção, das 9h às 18h, todos os dias, somente com funcionamento via delivery;
  • Hotéis, resorts, pousada e hostels seguem em funcionamento com 50% da capacidade, enquanto os serviços de call center e telemarketing de serviços essenciais terão 50% do efetivo e abertos a partir das 9h.

Confira todas as atividades consideradas essenciais pela Prefeitura de Curitiba:

  • todos os serviços médicos como odontologia, fisioterapia, exames laboratoriais, farmácias e hospitais, incluindo a comercialização de itens desses setores, como óticas;
  • serviços de assistência social e atendimento à população em situação de vulnerabilidade;
  • atividades de segurança pública e privada, bem como as de defesa civil e nacional;
  • transporte coletivo, incluindo serviços de táxi e aplicativos de transporte individual;
  • serviços de telecomunicações e internet;
  • atividades voltadas à tecnologia da informação e processamento de dados (data center);
  • setores de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica;
  • produção e distribuição de produtos de higiene, limpeza, alimentos e materiais de construção
  • serviços funerários;
  • vigilância sanitária;
  • controle, uso e guarda em indústrias e armazéns de materiais tóxicos, inflamáveis, radioativos e de alto risco;
  • controle de pragas;
  • vigilância agropecuária;
  • controle de tráfego aéreo e terrestre;
  • serviços bancários;
  • serviços postais;
  • atividades de logística de cargas e produtos essenciais;
  • fiscalização tributária e aduaneira;
  • fiscalização ambiental;
  • produção e distribuição de petróleo e seus derivados;
  • mercado de capitais e seguros;
  • médicos e peritos da Previdência Social;
  • cartórios e tabelionatos;
  • lotéricas;
  • atividades voltadas para equipamentos de infraestrutura, como elevadores e escadas rolantes;
  • produção e distribuição de produtos químicos e plásticos;
  • setor de tratamento, distribuição e captação de água, esgoto e lixo;
  • zeladoria urbana e limpeza pública;
  • setor de lavanderia;
  • setor de mineração;
  • atividades jornalísticas;
  • pet shops e clínicas veterinárias;
  • centros de distribuição e comercialização de alimentos;
  • centros de pesquisa voltados para o combate à Covid-19;
  • oficinas mecânicas, serviços de guincho e demais atividades voltadas para a reparação da indústria automotora;
  • chaveiros;
  • sindicatos patronais e de empregados;
  • repartições públicas;
  • assistência técnica de eletrodomésticos e produtos eletrônicos;

LEIA MAIS: Ministério da Saúde assina contrato para comprar 10 milhões de doses da Sputnik V

Previous ArticleNext Article