Bandeira vermelha: 16 estabelecimentos de Curitiba foram interditados no fim de semana

Redação

estabelecimentos interditados curitiba bandeira vermelha

Com todos os leitos de UTI ocupados, Curitiba teve mais ações de fiscalização do cumprimento do decreto da bandeira vermelha no fim de semana. Conforme a prefeitura, foram vistoriados 41 estabelecimentos, sendo que 16 acabaram interditados.

A Aifu (Ação Integrada de Fiscalização Urbana), da noite de sexta-feira (28) a domingo (30), lavrou 57 autos de infração por descumprimento às regras de enfrentamento da Covid-19. As ações são feitas por fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo, Secretaria Municipal do Meio Ambiente, agentes da Setran, Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

Foram registrados casos de falta de distanciamento social, uso de máscara, participação de reunião com aglomeração ou de atividade suspensa, além do descumprimento do toque de recolher.

BARES, TABACARIA… ESTABELECIMENTOS DE CURITIBA SÃO INTERDITADOS

Os estabelecimentos interditados e autuados em Curitiba foram bares nos bairros Rebouças, São Francisco, Cajuru, Uberaba, além de tabacarias nos bairros Rebouças e CIC e uma barbearia no São Braz.

Também tiveram as atividades encerradas e receberam multas uma loja de souvenir no Abranches, casas de jogos no Água Verde e no Centro e um bar e sauna no Uberaba.

A soma dos autos de infração lavrados nos três dias é de R$ 605.900, aplicados tanto para empresários quanto para pessoas físicas. Neste caso, foi a falta do uso da máscara que levou os fiscais lavrarem 38 autos de infração, de R$ 550 cada, para pessoas que se recusaram a usar a máscara mesmo após a orientação do agente.

Todas as pessoas e empresas autuadas pelo município têm o direito de recorrer no processo administrativo.

FISCALIZALIÇÃO DA GUARDA MUNICIPAL

Em ações isoladas (fora das Aifus), guardas municipais aplicaram outros 17 autos de infração na última semana, no valor acumulado de R$ 41.350 em multas. As situações, registradas nas regionais Portão, CIC e Matriz, foram de atividade de bar, falta de máscara, promoção de aglomeração e estabelecimentos funcionando fora do horário permitido.

Desde o início da vigência da lei municipal 15.799, a Guarda Municipal fez 384 autuações. Juntas, elas somam R$ 1.300.100. Foram 66 autuações no valor de R$ 389,8 mil para pessoas jurídicas e 318 autuações no valor de R$ 910,3 mil para pessoas físicas.

Com informações da Prefeitura de Curitiba.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="767467" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]