Bazar pela Saúde: Hospital Cajuru vende produtos mais baratos para arrecadar fundos

Angelo Sfair

bazar pela saúde hospital universitário cajuru foto divulgação


A edição deste ano do Bazar pela Saúde do Hospital Universitário Cajuru será realizada pela internet. As mercadorias serão disponibilizadas do dia 29 de julho até 2 de agosto.

Os produtos são vendidos com descontos de 30% a 50% em relação ao preço praticado pelo mercado.Os itens foram doados pela Receita Federal.

Como as mercadorias não podem retornar ao mercado tradicional, a Receita acaba repassando a entidades com função social. É o caso do Hospital Cajuru.

Entre os produtos oferecidos no bazar estarão eletrônicos, perfumes, maquiagem e até material para pesca.

As compras são limitadas a R$ 700 por CPF, ou então apenas um produto que custe mais do que esse valor.

O bazar deste ano será feito exclusivamente pela internet. Assim, a única forma de pagamento disponibilizada é o cartão de crédito.

Como são produtos apreendidos pela Receita Federal – e que não podem ser revendidos -, não serão emitidas notas fiscais. Os compradores terão sete dias para retirar os produtos.

Bazar: arrecadações ajudam a manter hospital

Todo o dinheiro arrecadado no Bazar pela Saúde é revertido em melhorias para o Hospital Universitário Cajuru.

Com as vendas da edição anterior, em 2017, foram arrecadados R$ 230 mil. O dinheiro foi revertido em equipamentos e aparelhos para cirurgias por vídeo.

Neste ano, com as vendas pela internet, o hospital espera superar a marca do bazar anterior.

Primeiro hospital de pronto-socorro do Paraná, o Hospital Universitário Cajuru tem 100% do atendimento feito pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Ele pertence ao Grupo Marista e é o maior pronto-socorro do estado.

O hospital é referência em transplante renal, atendimento a traumas, urgências e emergências cirúrgicas.

Previous ArticleNext Article