Bebidas apreendidas pela Receita Federal são transformadas em álcool gel no interior do PR

Lorena Pelanda - BandNews FM Curitiba


As bebidas alcoólicas apreendidas pela Receita Federal do Paraná são transformadas em matéria-prima para a produção de álcool etílico, utilizado para higienização e limpeza. A reutilização faz parte de um projeto da Agência de Inovação Tecnológica da Unicentro, que fica Guarapuava, região central do Paraná.

Os professores e estudantes dos cursos de Química, Administração e Farmácia participam desse processo. Eles utilizam bebidas apreendidas, como vinho, cerveja, vodka e licor, para transformar em produtos de limpeza e distribuir para instituições parceiras, como em escolas e unidades de saúde.

O material é enviado por nove delegacias da Receita Federal do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso. Em média, são 90 toneladas aprendidas por ano, que são transformadas em seis toneladas de álcool em gel e cinco toneladas de álcool utilizado em limpeza.

“A demanda por álcool em gel aumentou muito em razão dos surtos de gripe. A nossa produção hoje não atende mais a demanda de escolas municipais e estaduais. A gente atende entidades sociais que não tem verba própria para aquisição desse produto de higienização das mãos”, conta o diretor de Projeto da Agência, Maico Cunha. Segundo ele, a universidade chegou a produzir até mesmo etanol com os materiais apreendidos.

Para fabricar o álcool em gel é preciso adicionar outros produtos químicos. As embalagens são encaminhadas para a Associação Municipal de Catadores de Guarapuava.

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="626638" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]