Covid-19: Curitiba volta a ter alta de casos ativos, mas sinaliza com bandeira amarela

Jorge de Sousa

Covid-19: Curitiba volta a ter alta de casos ativos, mas sinaliza com bandeira amarela

Curitiba registrou pelo segundo dia seguido alta nos casos ativos da Covid-19. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, a cidade tem nesta quinta-feira (13), 4.584 pessoas que podem transmitir o vírus.

O crescimento ainda é gradual, mas interrompe uma queda nos casos ativos nas últimas duas semanas. No final do mês de julho, Curitiba beirou os 7 mil contaminados nessas condições.

Mas a secretaria municipal da Saúde, Márcia Huçulak, deu indícios que Curitiba possa retornar a bandeira laranja nesta sexta-feira (14).

“Esperamos continuar nessa situação com a diminuição dos casos ativos e a quebra da cadeia de transmissão, porque cada pessoa com caso ativo que se isola evita o contágio de duas, três pessoas. Assim conseguimos retomar mais um pouco as atividades, porque se mantivermos os dados teremos novidades no painel desta semana”, pontuou Huçulak.

Desde o dia 13 de junho a capital paranaense está sob as normas da bandeira de laranja. Como na última segunda-feira (10) foi assinado o Decreto 1.045, prorrogando até o dia 17 de agosto essas medidas, só será possível uma mudança nos protocolos a partir da próxima terça-feira (18).

MAIS 513 CASOS E 15 ÓBITOS PELA COVID-19 EM CURITIBA

A Secretaria Municipal da Saúde também confirmou que Curitiba registrou nas últimas 24 horas novos 513 casos e 15 óbitos pela Covid-19, totalizando 25.863 ocorrências e 766 mortes pela doença desde 11 de março.

As últimas vítimas fatais eram dez homens e cinco mulheres, com idades entre 35 e 86 anos, sendo que seis dessas pessoas tinham menos de 60 anos, embora apresentassem comorbidades.

Ainda aguardam o resultado de exames laboratoriais para a presença da Covid-19 567 pacientes e 13 óbitos.

Já a taxa de ocupação dos 355 leitos de UTI na rede SUS (Sistema Único de Saúde) se manteve estável em 83%, com 62 leitos disponíveis para atendimentos de quadros graves da Covid-19.

LEIA MAIS: Acidente da BR-277: Polícia Civil deve concluir inquérito até o final do mês

Previous ArticleNext Article