Covid-19: Paraná bate novo recorde de casos e triplica número de mortes em um mês

Angelo Sfair

coronavírus no paraná, mortes, morte, óbito, óbitos, casos confirmados, boletim, informe epidemiológico, sesa, secretaria estadual da saúde, coronavírus, covid-19

O boletim do coronavírus atualizado nesta sexta-feira (31) pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) confirma 2.605 novos casos de Covid-19 no Paraná. É o maior número registrado em 24 horas desde o início da pandemia, e supera o recorde estabelecido ontem (30).

Além disso, a secretaria estadual também confirmou 59 mortes pela doença. Desta forma, o Paraná encerra o mês de julho com um total acumulado de 75.300 diagnósticos positivos e 1.899 mortes pela Covid-19.

A taxa média de ocupação dos leitos de UTI do SUS exclusivos para pacientes com coronavírus chegou a 75%. A situação é mais crítica na região leste do Paraná, onde 85% das 586 vagas estão ocupadas.

EVOLUÇÃO DA COVID-19

O Paraná viu os números de mortes e de casos confirmados triplicarem nos últimos 31 dias. O mês de julho começou com uma “quarentena mais restritiva” imposta pelo governo estadual. Durante 14 dias, as sete regiões mais afetadas pelo coronavírus foram orientadas a endurecer as medidas.

No entanto, o governador Ratinho Junior (PSD) rechaçou o termo lockdown, e atribuiu aos municípios a responsabilidade de executar e fiscalizar as regras propostas. O decreto não foi renovado com o argumento de que a população não aderiu à “quarentena” da forma como o governo estadual esperava.

O Ministério Público se manifestou de forma contrária à decisão em não renovar o decreto da quarentena. Os promotores alegam que o Governo do Paraná não apresentou indicadores de que a taxa de contágio havia caído durante as duas semanas em que as medidas mais restritivas vigoraram.

De fato, o índice de isolamento social sequer aumentou no Paraná, conforme reconhece a própria Sesa (Secretaria de Estado da Saúde). O resultado é o aumento contínuo dos números de casos confirmados e mortes pela Covid-19. Somente em julho foram confirmados 1.263 óbitos e 52.677 diagnósticos positivos.

  • 636 mortes em 30 de junho –  1.899 mortes em 31 de julho: + 198,5%
  • 22.623 casos em 30 de junho – 75.300 casos em 31 de julho: + 232,8%

CORONAVÍRUS NO PARANÁ

 

Loading…

NOVAS MORTES

O boletim do coronavírus atualizado pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) nesta sexta-feira (31) incluiu 59 mortes aos registros oficiais da Covid-19 no Paraná.

De acordo com a secretaria estadual, eram 26 mulheres e 33 homens, com idades entre 25 e 95 anos. Os óbitos confirmados por exames processados nas últimas 24 horas aconteceram entre os dias 7 de junho e 31 de julho.

Quase metade das novas mortes aconteceram em Curitiba (27). Conforme a Sesa, os outros municípios do Paraná que registraram mais de uma morte nas últimas 24 horas são: Cascavel (3), Pinhais (3), Maringá (2), Piraquara (2), São José dos Pinhais (2) e Sengés (2).

Além disso, foram confirmadas mortes em Arapongas, Araucária, Astorga, Campo Largo, Colombo, Fazenda Rio Grande, Irati, Londrina, Mandirituba, Matelândia, Ourizona, Paranaguá, Ponta Grossa, Prado Ferreira, Quitandinha, Rio Branco do Sul, Rolândia e União da Vitória.

Conforme a Sesa, até esta sexta-feira (31), o Paraná tinha 1.273 pacientes internados com diagnóstico confirmado de Covid-19. Destes, 540 ocupavam leitos de UTI. Outros 940 pacientes estão internados com quadros respiratórios, mas ainda aguardam o resultado dos exames para coronavírus. Até lá, são considerados casos suspeitos.

+ Covid-19: confira o boletim completo do coronavírus no Paraná (31/07/2020)

Previous ArticleNext Article