BR-277 é a rodovia com mais mortes provocadas por acidentes, aponta pesquisa

O Paraná registrou em 2021 7.326 acidentes em estradas federais – um aumento de pouco mais de 2% em comparação ao registro do ano anterior; esta foi a primeira alta em 10 anos

Leonardo Gomes - BandNews FM Curitiba - 23 de fevereiro de 2022, 13:31

Foto: Divulgação/PRF
Foto: Divulgação/PRF

A BR-277, rodovia que cruza o Paraná de ponta a ponta, é a estrada com o maior registro de mortes por acidentes. Com pouco mais de 732 km de extensão, a rodovia contabilizou no ano passado 141 óbitos – cerca de 25% das 570 vidas perdidas em acidentes nas rodovias federais que cortam o Paraná. As informações são da BandNews Curitiba.

Os dados compõem pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT). Em todo o Brasil, foram registrados 64.452 acidentes, sendo 52.762 com vítimas (mortos ou feridos).

Em números gerais, o Paraná registrou ao longo de 2021 7.326 acidentes em estradas federais – um aumento de pouco mais de 2% em comparação ao registro do ano anterior: 7.168. Esta foi a primeira alta em 10 anos, segundo série histórica da CNT. Além disso, no período acumulado de 2007 a 2021, foram 197.919 acidentes, sendo 99.080 com mortes.

Apenas no ano passado ocorreram, em média, 151 acidentes com vítimas a cada 100 km de rodovia em 2021. E a cada 100 acidentes com vítimas, 10 pessoas morreram em média.

O levantamento apontou ainda características das vítimas e as circunstâncias da maior parte dos acidentes. No Paraná, o tipo de acidente mais frequente em 2021 foi a colisão, seguido de saídas de pista e capotamentos.

Os finais de semana e as segundas-feiras aparecem como os dias mais frequentes para a ocorrência de acidentes e mortes. Além disso, homens e adultos foram as principais vítimas dos acidentes das estradas. Conforme a CNT, toda a pesquisa tomou como base dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF).