Brasil é atingido por 77,8 milhões de raios por ano

Narley Resende


Metro Jornal Curitiba

A chegada da primavera reacende, em boa parte do país, a preocupação com raios, que matam em média 111 brasileiros por ano desde 2000.

O número é divulgado pelo Elat (Grupo de Eletricidade Atmosférica), equipe especializada em raios no Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), que diz ter captado, nos últimos seis anos, uma média de 77,8 milhões de raios por ano no Brasil.

Segundo o Elat, o número de mortes pelo fenômeno é muito superior ao de países desenvolvidos, o que ilustra a dificuldade em fazer a população seguir normas de segurança para se proteger em tempestades.

“Esse tipo de cultura tem que ser impregnada nas crianças, para que na vida adulta isso seja um valor. Apesar das recomendações, todo ano a gente vê muito acidente com raio na praia, por exemplo”, avalia o meteorologista Marco Antonio Jusevicius, do Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná).

Raios no ParanáAs medições do Elat registraram um aumento nas incidências desde o início do século (55 milhões de raios em 2002 para os 77,8 milhões por ano atualmente), mas o motivo não é a natureza, e sim o aperfeiçoamento da medição: hoje o órgão diz ser capaz de detectar 99% das tempestades que ocorrem no país.

Com base nos dados, foi elaborado um mapa dos raios no Brasil (ver infográfico).

“O novo ranking permite acompanhar os efeitos das mudanças climáticas sobre a incidência de raios em nosso país”, afirma Osmar Pinto Junior, coordenador do Elat.

Cuidados

A primeira orientação em tempestades é evitar sair ao ar livre. Prédios são abrigos melhores do que casas, já que muitas não têm para-raios. Na rua ou na estrada, o conselho é não sair dos carros.

Áreas descampadas e altas são perigosas, e é recomendável deixá-las o quanto antes. Também deve-se evitar cercas, alambrados, linha telefônicas ou elétricas e estruturas metálicas, assim como árvores altas ou isoladas. Em casa, é seguro desligar aparelhos eletrônicos durante as tempestades.

Raios no Brasil

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="457984" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]