Brasileiro procurado pela Interpol é preso no Paraguai e extraditado

Redação

brasileiro preso no paraguai, lista vermelha, interpol, brasil, paraguai, furto, estelionato

Um brasileiro condenado por uma série de furtos e estelionatos no Rio Grande do Sul foi preso no Paraguai e extraditado ao Brasil nesta quarta-feira (7). Gilson De Oliveira Medeiros tinha o nome inscrito na Lista Vermelha do Interpol (Polícia Internacional).

A extradição foi solicitada pela Justiça Criminal de Jaguarão (RS) e aceita pela Corte Superior de Justiça do Paraguai. A operação foi conduzida pela Representação Regional da Interpol sediada na Delegacia de Polícia Federal de Foz do Iguaçu (PR).

Gilson Medeiros foi trazido ao Brasil nas primeiras horas do dia pela Ponte Internacional da Amizade. Na sequência, foi escoltado até o Aeroporto Internacional das Cataratas, onde Jair Bolsonaro inaugurou uma obra de ampliação nesta quarta-feira (7).

O homem condenado por uma série de furtos qualificados e estelionatos foi escoltado até Pelotas (RS), onde fica à disposição da Justiça Criminal de Jaguarão (RS).

De acordo com a sentença condenatória, Gilson Medeiros se passava por funcionário de companhias de eletricidade e internet para simular visitas técnicas e furtar dinheiro, folhas de cheque, joias e objetos de valor.

Previous ArticleNext Article