Cabo Kátia morre no hospital após explosão no estande de tiros

Redação

cabo explosão pinhais

A cabo Kátia Regina Queiroz Bueno não sobreviveu à explosão no estande de tiro em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Após ficar internada por seis dias em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva), ela faleceu na manhã desta sexta-feira (25).

A cabo Kátia ficou com 75% do corpo queimado no episódio. Apesar dos cuidados médicos, o corpo não resistiu aos danos.

Com isso, a explosão no estande de tiros chega a duas mortes. Isso porque o sargento Maurício Kaliberda, de 37 anos, também faleceu no hospital após ter 50% do corpo queimado.

Na ocasião, um incêndio tomou conta do local e quatro pessoas ficaram gravemente feridas. As outras duas vítimas, nascidas em Taiwan, permanecem internadas e não têm informações repassadas à imprensa por pedido da família.

A explosão é investigada pela Polícia Civil do Paraná (PCPR).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="772032" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]