Caminhão bate em praça de pedágio desativada na BR-277; motorista morreu

Tacógrafo indica uma velocidade de cerca de 90 km/h no momento do acidente, segundo a PRF; este foi o segundo grave acidente no local em pouco mais de 30 dias.

Redação - 13 de abril de 2022, 07:36

Foto: Divulgação/PRF
Foto: Divulgação/PRF

Um caminhão bateu contra uma praça de pedágio desativada na região de São Luiz do Purunã, em Balsa Nova, na Região Metropolitana de Curitiba, na madrugada desta quarta-feira (13), de acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Este foi o segundo grave acidente no local em pouco mais de 30 dias.

Conforme a PRF, o motorista do caminhão teria perdido o controle da direção e bateu contra uma mureta de concreto. Após a colisão, o veículo tombou.

As informações registradas no tacógrafo indicavam uma velocidade de cerca de 90 km/h no momento do acidente. O local está sinalizado corretamente, conforme a polícia.

O condutor, de 30 anos, ficou preso nas ferragens. Ambulâncias do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foram acionadas, mas ele morreu antes da chegada do socorro.

O acidente aconteceu por volta da meia-noite na pista sentido Ponta Grossa - Curitiba, e a falta de iluminação nas imediações da praça de pedágio pode ter contribuído para o acidente. O caminhão transportava um contêiner com uma carga de cabos de aço.

O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

O veículo permanecia tombado na praça de pedágio até o fechamento dessa matéria. A faixa da direita está liberada, ainda conforme a PRF. 277.

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR) foi acionado para a limpeza do local e a liberação será feita posteriormente.

A praça de pedágio de São Luiz do Purunã foi desativada no fim de novembro de 2021, após o encerramento do contrato de concessão do Governo do Estado com as concessionárias que prestavam o serviço nas rodovias paranaenses. Ao todo, 27 praças de pedágio liberaram suas cancelas.

ACIDENTES E VANDALISMO NAS PRAÇAS DESATIVADAS DA BR-277

Acidentes e atos de vandalismo tem se tornado recorrentes nas praças de pedágio desativadas ano passado, após o fim dos contratos de concessão nas rodovias paranaenses do antigo Anel de Integração na BR-277.

No início de março, outro caminhão havia colidido contra a estrutura da praça de pedágio de São Luiz do Purunã. Na oportunidade, o veículo que transportava óleo vegetal ficou preso na estrutura do antigo pedágio. Placas de sinalização chegaram a cair sobre o veículo pesado. Ninguém se feriu.

Já no fim do mês passado, em outra praça de pedágio desativada na BR-277, em São José dos Pinhais, quatro homens foram presos pela PRF furtando equipamentos do prédio administrativo da antiga unidade.