Caminhoneiro sob efeito de cocaína foge por 100 km, mas acaba preso pela PRF; VÍDEO

Caso aconteceu em Guarapuava; após quase 100 km de perseguição, a Polícia Rodoviária Federal isolou o trânsito na BR-277 e conseguiu abordar o caminhão.

Redação - 17 de fevereiro de 2022, 12:25

Um caminhoneiro foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) após fugir por cerca de 100 km pela BR-277, em Guarapuava, na região Centro-Sul do Paraná, na noite desta quarta-feira (16). O condutor do caminhão estava sob efeito de cocaína, segundo a PRF.

A perseguição durou cerca de 1h e 30min e teve início por volta das 19h, quando uma equipe policial deu ordem de parada ao caminhoneiro na rodovia. O condutor acelerou o veículo, e ao ser novamente ordenado a parar jogou a carreta contra um dos policiais, que se jogou para não ser atropelado.

Neste instante, os policiais iniciaram a perseguição ao caminhão, que estava carregado com farelo de soja, vindo do Paraguai com destino a Paranaguá.

O motorista dirigia pondo em perigo a segurança dos demais usuários, forçando ultrapassagem por diversas vezes, pela contramão e avançando com o veículo sobre outros veículos e outras pessoas, inclusive contra as viaturas e equipes policiais.

Após quase 100 quilômetros de acompanhamento, a PRF isolou o trânsito na BR-277 e conseguiu abordar a carreta. O caminhoneiro ainda tentou fugir a pé para um matagal, mas foi alcançado pelos policiais e preso.

No veículo foi encontrada pequena quantidade de cocaína e o próprio motorista declarou ser dependente químico.

Por sorte, ninguém se feriu na ação, ainda conforme a PRF.

O motorista, de 41 anos, foi conduzido à Polícia Federal para o registro dos crimes de tentativa de homicídio, dirigir com a capacidade psicomotora alterada em razão do consumo de droga, dirigir colocando em risco a segurança alheia, porte de droga para consumo próprio, desobediência, resistência à prisão e crime contra as telecomunicações.