Campanha de vacinação contra a gripe termina na semana que vem

Resta menos de uma semana para o fim da campanha de vacinação contra a gripe em Curitiba. A ação, iniciada em 23 de març..

Redação - 24 de junho de 2020, 16:02

Vacina da gripe começa a ser aplicada em idosos com mais de 65 anos (Luiz Costa/SMCS)
Vacina da gripe começa a ser aplicada em idosos com mais de 65 anos (Luiz Costa/SMCS)

Resta menos de uma semana para o fim da campanha de vacinação contra a gripe em Curitiba. A ação, iniciada em 23 de março, foi prorrogada duas vezes devido aos baixos índices nacionais.

Quem faz parte dos públicos prioritários e ainda não se vacinou deve procurar uma unidade de saúde até o dia 30 de junho (terça-feira). A dose é gratuita.

Compõem o grupo prioritário: profissionais de saúde, idosos, crianças de 6 meses a 5 anos completos, gestantes, puérperas (mães que tiveram filhos até 45 dias), doentes crônicos, imunussuprimidos, transplantados e pessoas com deficiência.

Além disso, a vacina contra a gripe também é oferecida a adultos entre 55 e 59 anos, professores, motoristas, cobradores, caminhoneiros e profissionais das forças de segurança.

A vacina contra a gripe não oferece imunidade para a Covid-19. No entanto, em tempos de pandemia, é considerada uma aliada importante para desocupar os hospitais.

“Estar vacinado também ajuda a reduzir a sobrecarga nos serviços de saúde, já demandados por conta da epidemia do novo coronavírus”, explica a superintendente de Gestão em Saúde, Flávia Quadros.

GRUPOS ABAIXO DA META

Em Curitiba foram aplicadas 476 mil vacinas desde março. Apenas 39% das crianças de 6 meses até 5 anos completos estão imunizadas. O número de gestantes que recebeu a vacina é ainda menor: 31%.

A meta do Ministério da Saúde é de alcançar pelo menos 90%. Também estão abaixo da meta grupos prioritários como puérperas (71%), doentes crônicos (49%) e professores (63%).

De acordo com a Prefeitura de Curitiba, a cobertura entre idosos e trabalhadores da Saúde alcançou 100%.

VACINA CONTRA A GRIPE: ONDE ENCONTRAR

•    Confira aqui a lista das dez unidades abertas exclusivamente para vacinação, de segunda à sexta-feira. 

Para as crianças, gestantes e puérperas há ainda a opção de se imunizar em uma das 78 unidades básicas de saúde.

•    Confira aqui a lista completa das 78 unidades em funcionamento, de segunda à sexta-feira.