Aproximadamente 9 mil pessoas são afetadas pelas fortes chuvas no estado, segundo relatório

CBN Curitiba


As fortes chuvas que atingiram cinco cidades paranaenses neste domingo (29) e na segunda-feira (30) deixaram 2.393 casas danificadas, afetando 8.891 pessoas, segundo a última atualização do relatório da Defesa Civil do Paraná. O município de Sangés, nos Campos Gerais, foi o mais destruído pelo granizo, com 4.930 pessoas afetadas.

A chuva foi tão intensa que destruiu diversas edificações na cidade, ao todo 1.210 casas tiveram algum tipo de problema. Foram atingidas seis escolas, um hospital, uma delegacia, um CRAS, a sede da Prefeitura, três Postos de Saúde, o Barracão da Terceira Idade, a Farmácia Popular, além do prédio da Câmara Municipal, que ficou destruído. Com o peso do granizo, o telhado desabou e a estrutura não resistiu. Como o legislativo municipal está recesso, não havia ninguém no imóvel e não há registro de feridos.

As 4.930 pessoas afetadas no município representam aproximadamente 26% da população local, já que Sangés tem aproximadamente 19 mil habitantes, segundo o IBGE. Outras quatro cidades também sofreram com as fortes chuvas, em Agudos do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, 3.550 pessoas foram afetadas pelo granizo, deixando 1.068 casas danificadas. Guaratuba, Piên e Rio Negro foram os outros municípios afetados.

Previous ArticleNext Article