Canabinoide sintético desconhecido é interceptado nos Correios, em Pinhais

Redação

canabinoide sintético, droga, correios, receita federal, holanda, são paulo, ufpr

Um pacote com 1,2 kg de uma substância desconhecida foi apreendido pela Receita Federal no Centro Internacional dos Correios em Pinhais (PR). A carga, que pode se tratar de uma nova droga, veio da Holanda com destino a São Paulo (SP).

A substância despertou suspeita após passar pelo aparelho de scanner, confirmada posteriormente pelos cães de faro Onix e Vilma, que acusaram a presença do canabinoide sintético.

Sólido, de tom amarelado, o conteúdo do pacote não foi reconhecido pelos fiscais. Por isso, o material foi enviado para análise científica.

O laudo do Centro de Ciências Forenses do Departamento de Química da UFPR (Universidade Federal do Paraná) apontou que a substância encontrada pela Receita Federal não está descrita na literatura científica.

A análise exaustiva dos dados de RMN obtidos para a amostra e a comparação destes com a literatura, permitiu concluir que se trata de uma substância da classe dos canabinoides sintéticos. Além disso, os dados permitiram concluir que se trata de um novo canabinoide sintético, ainda não descrito na literatura”, diz o trecho do relatório.

A substância apreendida pela Receita Federal no Centro Internacional dos Correios em Pinhais deve ser submetida a novas análises.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="789668" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]